COTAÇÃO DE 26/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5720

VENDA: R$5,5730

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5900

VENDA: R$5,7230

EURO

COMPRA: R$6,4654

VENDA: R$6,4683

OURO NY

U$1.793,01

OURO BM&F (g)

R$321,20 (g)

BOVESPA

-2,11

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Clique Retire vai ampliar presença em MG

COMPARTILHE

Em nível nacional, os atuais 250 e-boxes vão passar para 1.200 até meados do ano que vem | Crédito: Fernanda Vidoti/Divulgação/Clique Retire

Presente em Belo Horizonte desde fevereiro, a Clique Retire, startup de logística e de soluções em omnicanalidade, vai ampliar a presença na região metropolitana e outras cidades mineiras nos próximos meses. A maior presença no Estado integra o plano de expansão da empresa a partir da rodada de investimentos que resultou na captação de R$ 32 milhões.

Os recursos vão possibilitar triplicar a capacidade produtiva da fábrica e elevar o número de cidades atendidas de 38 para 60, aumentando também o potencial de atendimento da plataforma em meio ao momento mais promissor do e-commerce nacional.

PUBLICIDADE

No caso da capital mineira e região, serão 120 equipamentos, chamados de e-boxes, instalados em diferentes e estratégicos locais com grande fluxo de pessoas, como estações de metrô, shoppings e postos de combustíveis. Hoje, a ferramenta já é encontrada na cidade em alguns pontos de vendas da Drogaria Araujo.

Em nível nacional, os atuais 250 e-boxes vão passar para 1.200 até meados do ano que vem. Além disso, existe a intenção de multiplicar por dez a produção em cinco anos. Quem conta é o sócio fundador Gustavo Artuzo. Conforme ele, os recursos permitirão ampliar a presença da empresa pelo País por meio dos serviços de retirada e devolução de pacotes, e também por novas soluções.

“Hoje atuamos com entrega e reversa, mas outras aplicações também estão sendo criadas”, contou sem dar maiores detalhes. A operação de captação de recursos da startup foi assessorada pelo escritório Lima Netto Carvalho Abreu Mayrink, por meio do sócio Rodrigo Lima Netto.

Artuzo: captação desses recursos vai ancorar esse crescimento | Crédito: Divulgação/Clique Retire

Segundo Artuzo, a empresa, que viu sua demanda crescer cinco vezes desde o ano passado, impulsionada pela aceleração do e-commerce na pandemia, espera manter o ritmo de crescimento em 2021. A expectativa, conforme o executivo, é multiplicar esse desempenho por seis. É que com a pandemia, vieram novos hábitos de consumo e então surgiram negócios junto a outros estabelecimentos, como shopping centers e grandes condomínios – movimento que, segundo Artuzo, não para de crescer.

 “A captação desses recursos vai ancorar esse crescimento. Além disso, vai nos permitir entrar em novos locais, bem como expandir e fortalecer nossa produção fabril e tecnológica, que também é fundamental”, ressaltou.

A Clique Retire foi inspirada na polonesa InPost. O outro sócio, Márcio Artiaga, enxergava potencial no Brasil devido aos grandes gargalos logísticos, incluindo restrições de CEP,  comunidades vulneráveis, longas distâncias, etc. Buscou uma forma de importar o modelo de negócios e investidores anjo bancaram o sonho. Juntos, procuraram a melhor tecnologia de hardware e software e o modelo mais apropriado para o País. E a empresa foi lançada oficialmente em novembro de 2019, nas estações do Metrô Rio.

A ideia inicial era importar as máquinas da China, montar a infraestrutura e oferecê-la para o e-commerce, que usaria a sua logística já existente para abastecê-las. O que não foi viável, pois os varejistas eletrônicos não queriam lidar com duas empresas fazendo uma mesma entrega. “Rapidamente, percebemos que precisávamos trazer uma solução mais completa, porque a necessidade do e-commerce é de uma logística one-stop-shop”, disse Artuzo.

Com isso, a Clique Retire se estruturou para oferecer todo o serviço, desde a coleta nos CDs (cross dockings) de cada varejista (em vários estados do Brasil), como também a triagem e o abastecimento dos pacotes nos e-boxes. A startup teve que se capacitar para oferecer os serviços de transporte, desde o registro nos órgãos competentes, montagem de centros de cross-docking, a preparação de sistemas e de processos, contratação de seguro de carga e emissão de documentos fiscais.

Unicórnio Lalamove desembarca no Estado

Prestes a completar dois anos em solo brasileiro, a empresa de logística e tecnologia Lalamove chega ao Estado de Minas Gerais em 14 de junho. A plataforma oferece soluções em entregas e conecta usuários e empresas a motoristas parceiros com carretos, utilitários, minivans, carros e motocicletas.

Até o momento, os serviços podem ser utilizados em cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo, incluindo as capitais. “Escolhemos a região de Belo Horizonte para dar esse passo por se tratar de um polo econômico forte”, revela o gerente-geral da Lalamove, Luiz Giordani. Ele explica que muitas empresas que utilizam a plataforma nesses estados possuem operação na capital mineira e contribuíram para que esta movimentação ocorresse. “70% das empresas que utilizarão o app no começo já estão familiarizadas”, afirma.

Já são mais de 10 mil motoristas cadastrados para atender a região e a estimativa é que sejam feitas mil entregas por dia no primeiro mês de operação. “Por enquanto, atenderemos o raio entre Sete Lagoas, Nova Lima, Betim e Lagoa Santa, englobando uma região ampla do entorno da Capital”, diz o executivo. Ele afirma que essa experiência será essencial para validação e aprofundamento dos conhecimentos retidos até agora sobre o mercado. Giordani espera que os aprendizados desse projeto também acelerem a chegada da empresa a outras capitais ainda em 2021.

Atualmente, a Lalamove conta com 60 mil usuários e 50 mil motoristas parceiros cadastrados, que realizam 15 mil entregas diárias. Diante da pandemia, a empresa viu o número de entregas crescer 300% e, ao final de 2020, registrou um crescimento de 47 vezes, o maior já observado para este período de atuação dentre todos os mercados em que está presente no mundo.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!