COTAÇÃO DE 02-12-2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6600

VENDA: R$5,6600

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,8130

EURO

COMPRA: R$6,3753

VENDA: R$6,3783

OURO NY

U$1.768,55

OURO BM&F (g)

R$319,92 (g)

BOVESPA

0,4902

POUPANÇA

+3,66%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Compra e uso de dispositivos móveis cresce entre mineiros

COMPARTILHE

Movimento pode ser visto como reflexo dos novos hábitos da população, muito mais conectada | Crédito: Pixabay

O aumento das atividades remotas em função da pandemia de Covid-19 tem impulsionado a compra e utilização dos dispositivos móveis entre os mineiros.

Prova disso é que desde a chegada da doença ao Brasil, em março do ano passado, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vem registrando números significativos sobre o uso dos serviços de telefonia móvel no Estado.

PUBLICIDADE

Os dados mais recentes da agência mostram que em maio de 2021, os acessos já ultrapassavam a casa 22,2 milhões – aumento de 2,7% em relação ao mesmo mês do ano anterior, quando giravam em torno de 21,6 milhões.

O levantamento é feito pela plataforma de telecomunicações Melhor Plano, que acompanha os dados estaduais em todo o País. Entre os pontos principais do estudo, estão a relação dos usuários com serviços móveis e fixos, o crescimento nos acessos de banda larga fixa e a adesão aos chamados combos. Todos apontam para os impactos da pandemia na rotina dos brasileiros.

O cofundador do Melhor Plano, Pedro Israel, destaca que ao mesmo tempo em que os serviços de telefonia móvel apresentam boas perspectivas de crescimento, a quantidade de acessos à telefonia fixa tem caído consideravelmente dentro do intervalo de um ano.

Enquanto em maio de 2020 os números de telefonia fixa eram de 3.093.953 (12% inferiores ao mesmo mês em 2019, quando eram de 3.465.616), um ano depois, o Estado chega a 2.938.606. Queda de 5%.

“Trata-se da quantidade de acessos mais baixa em dois anos. E esse movimento pode ser visto como reflexo dos novos hábitos da população, cada vez menos dependente de uma linha fixa com a ascensão dos smartphones”, afirma.

De maneira complementar, ele diz que se a diminuição crescente dos acessos parece apontar para o fim das linhas telefônicas nas residências mineiras, o mesmo não se pode dizer sobre os serviços de internet fixa.

Isso porque, em maio último, os acessos mensais à banda larga atingiram a marca de 3.887.114, enquanto durante o mesmo período em 2020, eram de 3.634.717 – elevação de 6,9% entre os períodos – e com fluxo inconstante nos meses anteriores.

A análise da Melhor Plano diz que o aumento não é expressivo, mas parece comprovar que a retração diz respeito apenas ao mercado de telefonia fixa.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!