COTAÇÃO DE 26/02/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6050

VENDA: R$5,6055

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5730

VENDA: R$5,7530

EURO

COMPRA: R$6,7113

VENDA: R$6,7142

OURO NY

U$1.732,60

OURO BM&F (g)

R$307,54 (g)

BOVESPA

-1,98

POUPANÇA

0,1159%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Construção: Lafaete investe em pré-moldados

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação

A rapidez no processo de montagem e a redução drástica de geração de rejeitos são dois dos principais atributos reconhecidos pelos consumidores nas construções pré-moldadas. Impulsionados pela crise gerada pela pandemia, muitos consumidores têm mudado de hábito, buscando soluções mais sustentáveis inclusive na construção civil.

Diante desse novo perfil, o Grupo Lafaete, empresa especializada em soluções construtivas, aposta nesta tecnologia, comercializando residências e estabelecimentos comerciais, de médio e alto padrões, pré-fabricados em aço galvanizado.

PUBLICIDADE

De acordo com o diretor de Operações do Grupo Lafaete, Edison Tateishi, por meio da técnica construtiva é possível realizar a montagem da estrutura em apenas três dias. A estrutura já sai pronta da fábrica e é montada pela equipe no próprio local da edificação. Entre os principais benefícios da estrutura pré-fabricada estão velocidade de execução da obra, redução de desperdício de materiais e precisão dimensional.

“Tudo é feito dentro da fábrica. Em um dia já é possível utilizar. Agora com a vacinação, para muitos lugares que não tem um local adequado, essa é uma boa solução. Quando monta e desmonta não tem impacto ambiental, praticamente sem resíduos. Outro ponto importante é que a montagem não gera grandes transtornos para o entorno, como barulho e poeira por dias seguidos. Os consumidores estão cada vez mais engajados com o conceito de sustentabilidade. Querem empresas e tecnologias responsáveis e essa sempre foi uma preocupação nossa, muito além do marketing”, explica Tateishi.

Edison Tateishi | Crédito: Jean Carvalho/Divulgação
Edison Tateishi | Crédito: Jean Carvalho/Divulgação

Um dos primeiros empreendimentos que será instalado pela Lafaete nesse formato, ainda neste ano, é o MiniHouse, em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O projeto oferece uma concepção diferente de moradia, uma vez que será destinado para locação sob demanda, com possibilidades de curta, média ou longa permanência.

Novos produtos – A tecnologia de pré-moldados vai dar origem a novos produtos do grupo a serem lançados ao longo de 2021, como casas, lojas, edifícios de até 12 andares, fachadas e banheiros prontos. “Nascemos em Minas Gerais e o Estado continua sendo nosso principal mercado e interesse mesmo crescendo em outras partes do País. Não podemos ficar esperando crise pra fazer mudanças. Nós nunca paramos. 2020 foi um ano bom, bem acima do que a gente esperava. Mesmo na crise não deixamos de investir em inovação, viajamos buscando novidades”, destaca o diretor de Operações do Grupo Lafaete.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente