Crédito: Freepik

Funcionário não pode recusar retomada ao trabalho presencial

As atividades estão sendo retomadas aos poucos em diversas regiões do Brasil. No estado de São Paulo, por exemplo, escritórios já podem voltar a funcionar, o que significa o fim do home office para milhares de profissionais. Mesmo que não haja ainda a vacina para a Covid-19 e a pandemia continue, o empregado é obrigado a comparecer ao local de trabalho quando solicitado, afirma o advogado Sergio Vieira, Sócio Diretor da Nelson Wilians Advogados Associados. “Se o trabalhador se recusar a retornar ao trabalho sem estar no grupo de risco ou ter o nexo causal de que a empresa não atende às condições de segurança, pode ser demitido sem justa causa”, afirma Vieira. A base está no artigo 483 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). “O empregado deve acatar o que o empregador determina”, destaca o advogado. As exceções são para pessoas que tenham atestado médico.

Mercado Livre anuncia financiamento de veículos na plataforma

O Marketplace VIS (Veículos, Imóveis e Serviços), unidade de Classificados do Mercado Livre, mais importante empresa de comércio eletrônico da América Latina, acaba de anunciar uma parceria com os bancos Itaú Unibanco e Santander para oferta de financiamento de veículos no marketplace. Segundo o Diretor de Veículos, Imóveis e Serviços do Mercado Livre, Luis Paulo dos Santos, para atender aos novos hábitos de consumo on-line, intensificados pela pandemia da Covid-19, a oferta de crédito para este tipo de financiamento na plataforma se tornou imprescindível. Entre os diferenciais das linhas de financiamento que estarão disponíveis no Mercado Livre, estão as taxas competitivas e a possibilidade de pré-aprovação de crédito em real timing. Nesta primeira fase de implantação poderão ser financiados autos e vans. 

Cath Care traz produção de soluções médicas para o Brasil

Encontrar dispositivos médicos para abastecer o mercado de saúde nem sempre é uma tarefa fácil, já que a maioria das clínicas e hospitais precisam importar esse tipo de produto de outros países. A pandemia também tornou esse cenário ainda mais visível, em que foi possível notar a quantidade de respiradores trazidos de fora que, muitas vezes, demoraram para chegar. De olho neste cenário, surgiu a Cath Care, uma fabricante nacional do ramo de saúde fundada em 2017, com o intuito de facilitar a comercialização de produtos necessários para auxiliar os profissionais da saúde em cirurgias e procedimentos de risco. “O diferencial da Cath Care é que vendemos produtos que visam preencher gaps de mercado e processos em procedimentos de alto risco e também nos de rotina. Isso permite uma melhor qualidade e segurança no atendimento ao paciente”, comenta a fundadora da empresa, Andrea Mendes.

Abes cria Comitê de Desenvolvimento de Negócios

A Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes) oficializou a criação do Comitê de Desenvolvimento de Negócios. Com o objetivo de fomentar e dinamizar parcerias e a troca de experiências, o fórum será coordenado pelo André Elias Gonçalves, da IN – Inteligência de Negócios, com o apoio da assessora dos comitês Carolina Marzano. O comitê conta com a participação dos C-Levels e de profissionais das áreas comercial, de marketing e vendas das associadas, com o objeto explorar o potencial que a nova economia baseada em modelos digitais proporciona e como superar os desafios do mercado. Outros comitês focados em assuntos de interesse do setor de tecnologia e de usuárias de tecnologia são mantidos pela associação. Com isso, a Abes tem o propósito de contribuir para a construção de um Brasil mais digital e menos desigual, no qual a tecnologia desempenha um papel fundamental para a democratização do conhecimento, e a criação de novas oportunidades, buscando proporcionar melhor qualidade de vida para todas e todos, de forma inclusiva e igualitária.

Conexões Humanas I

Não há dúvidas que o ano de 2020 vai deixar marcas profundas e transformadoras nas conexões humanas de toda a sociedade mundial. O distanciamento social, as relações trabalhistas e pessoais e a implantação do home office por grande parte das empresas estão sendo debatidos a todo o momento. E como fica o futuro das empresas? É pensando nisso que a Associação Brasileira de Recursos Humanos – Minas Gerais (ABRH-MG) realiza a 4ª edição do “Conexões Humanas” entre os dias 19, 20 e 21 de outubro, com o tema “Conexões Humanas na Era Digital”. Em formato virtual, pela primeira vez, o evento vai debater as mudanças que estão ocorrendo no mercado de trabalho e no dia a dia das corporações, as novas formas de relacionamento e desconhecimentos.

Conexões Humanas II

Durante os três dias da 4ª edição do “Conexões Humanas”, os debates vão abordar o cenário atual, futuro e as inovações nas relações humanas. Profissionais de segmentos diferentes vão debater situações diversas e as mudanças no meio corporativo, como novas tecnologias, planejamento, home office, plataformas digitais, treinamentos e o novo cenário profissional pós-pandemia. A presidente da ABRH-MG, Eliane Ramos, acredita que o Conexões Humanas deste ano será um evento diferenciado em função da pandemia da Covid-19. “As empresas e as pessoas estão passando por grandes transformações e os debates devem focar no momento atual e discutir as tendências para o RH e para todos os setores da empresa”, finaliza ela. As inscrições já podem ser feitas pelo site.

Grupo Ser Educacional assina contrato para aquisição das operações da Laureate no Brasil

 Um dos maiores grupos privados de educação do Brasil e líder nas regiões Nordeste e Norte em alunos matriculados, o Grupo Ser Educacional anunciou neste domingo (13), em Fato Relevante, a assinatura de contrato com valor estimado em R$ 4 bilhões para a aquisição dos negócios no Brasil da Rede Internacional de Universidades Laureate. O negócio criará o quarto maior grupo de ensino superior do Brasil, com aproximadamente 450 mil alunos nas modalidades de ensino presencial e a distância, mais de 100 campi universitários, mais de 500 polos de ensino a distância e presença nos 26 estados e no Distrito Federal. A nova companhia, que já é listada no Brasil, também passará a ter suas ações negociadas nos Estados Unidos, em bolsa ainda a ser definida, e aprimorará seus já elevados padrões de governança corporativa com a criação de diversos comitês estratégicos como o de integração e de auditoria, de forma a atender aos padrões de governança estabelecidos pela lei Sarbanes-Oxley (SOX). Nos termos da transação, o Grupo Ser Educacional ficará com 100% das operações da Laureate no Brasil, pagará à Laureate R$ 1,7 bilhão em caixa na data de fechamento da transação e assumirá dívida líquida estimada em R$ 623 milhões. Adicionalmente, a Laureate receberá ações da nova companhia.

Bem Brasil fortalece presença nacionalmente

 Para um negócio fazer sentido, ele precisa ser relevante. Esta é uma das diretrizes da Bem Brasil, líder em vendas de batatas pré-fritas congeladas no País, de acordo com pesquisa da Nielsen. Sendo assim, a empresa está sempre de olho no potencial do mercado e de oportunidades para oferecer alimentos práticos, de qualidade e sabor diferenciado a um maior número de pessoas. Nesse contexto, desenvolve, a partir deste mês de setembro, um amplo projeto, com o intuito de ampliar a presença da marca e reforçar sua visibilidade nacionalmente. Com uma comunicação repleta de alegria, música, crocância e sabor, a campanha publicitária evidenciará as batatas Bem Brasil em seus mais variados cortes, com cenas e fotos de dar água na boca. A ideia é solidificar a Bem Brasil na cabeça e no coração do consumidor, estreitando ainda mais os laços, expandindo a capilaridade e fortalecendo sua participação tanto no varejo quanto no food service. Além disso, as iniciativas reforçam a solidez da companhia, o pioneirismo e a liderança no segmento, a origem 100% brasileira, a qualidade e o cuidado com sua principal matéria-prima. Com 14 anos de atuação, a Bem Brasil tem, entre seus diferenciais, o amplo conhecimento de todo o processo produtivo, desde o plantio do tubérculo até o processamento na indústria. Atualmente, produz 46% do consumo nacional de batata pré-frita congelada. O vídeo da campanha pode ser acessado no canal da Bem Brasil no Youtube