COTAÇÃO DE 17/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,2820

VENDA: R$5,2820

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3100

VENDA: R$5,4500

EURO

COMPRA: R$6,2293

VENDA: R$6,2322

OURO NY

U$1.754,86

OURO BM&F (g)

R$298,96 (g)

BOVESPA

-2,07

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios Negócios-destaque

Feira Nacional de Artesanato fará retrospectiva sobre a própria história

COMPARTILHE

Feira Nacional de Artesanato prevê receber cerca de 160 mil pessoas este ano - Crédito: Divulgação
Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

Entre 3 e 8 de dezembro, artesãos nacionais e internacionais se juntam na Feira Nacional de Artesanato (FNA), no Expominas, em Belo Horizonte. Este ano, o evento, criado para valorizar os responsáveis por retratar minuciosamente, por meio das mãos, nosso Brasil, completa 30 anos e prevê receber cerca de 160 mil pessoas que terão acesso às tendências e novidades do setor.

Após edições temáticas, que trataram de assuntos como os grandes mestres do artesanato, a tradicional Estrada Real, no interior mineiro, a arte circense, a cultura latina e as tradições japonesas e africanas, a FNA chega a 2019 disposta a rememorar as suas três décadas de história. O evento é uma iniciativa do Instituto Centro de Capacitação de Apoio ao Empreendedor (Centro Cape).

PUBLICIDADE

Evolução – A maior feira de artesanato da América Latina ocupa todos os pavilhões e áreas ao ar livre do Expominas. Ao longo dos seis dias de evento, cerca de 160 mil pessoas devem passar pelos 1.100 estandes com produtos feitos à mão.

Todo o status adquirido pela mostra, no entanto, é fruto de muito suor. Em seu primeiro ano, a FNA teve 200 expositores, divididos em 60 estandes, resumidos a uma parte do Minascentro, outro grande local de eventos da capital mineira.

Com o passar do tempo, a feira passou por diversas transformações. O grande divisor de águas, contudo, é a edição de 2004. Pela primeira vez realizada no Expominas, passou a contar com 10 vezes mais estandes se comparada ao ano de estreia.

Com o passar do tempo, a FNA foi ganhando contornos internacionais. Em 2017, por exemplo, expositores de 11 nações estiveram em Minas Gerais para divulgar seus trabalhos.

Mesmo adquirindo novas características, o evento continua se erguendo sob a premissa que o fez nascer, ainda na década de 1980: dar cartaz aos ricos e diversos trabalhos concebidos pela comunidade artesã. (Da Redação)

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!