COTAÇÃO DE 23/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,3090

VENDA: R$5,3100

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3230

VENDA: R$5,4630

EURO

COMPRA: R$6,2055

VENDA: R$6,2068

OURO NY

U$1.742,23

OURO BM&F (g)

R$297,77 (g)

BOVESPA

+1,59

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Grupo Flexível inaugura fábrica em Extrema

COMPARTILHE

A história da Flexível começou com uma empresa de consultoria em formulações e aplicações de poliuretano em 1999 | Crédito: Divulgação

O que os segmentos automotivo, moveleiro, calçadista, de construção civil, industrial e cadeia do frio podem ter em comum? Sob o ponto de vista da produção, a utilização de produtos e tecnologias de poliuretano. Mas você sabia que há indústrias próprias para o desenvolvimento das soluções químicas que darão forma ao produto final, seja ele uma espuma para colchão, para a prancha de stand up paddle ou a palmilha de um tênis, por exemplo?

Isso é o que faz a Flexível, empresa de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, com 22 anos de mercado, que acaba de inaugurar uma unidade fabril em Extrema, no Sul de Minas Gerais, em vistas de atender as demandas do Norte e Nordeste do País.

PUBLICIDADE

A história da Flexível começou com uma empresa de consultoria em formulações e aplicações de poliuretano em 1999. Em 2004, iniciou a industrialização de aditivos e matérias-primas. A partir daí não demorou muito para a empresa se consolidar como uma casa de sistemas, passando a criar fórmulas e comercializar tecnologias em poliuretanos em 2008.

Hoje a empresa atende todo o Brasil com tecnologias personalizadas para os mais diversos segmentos e conta também com um dos laboratórios de tecnologias de poliuretano mais completos do País, com engenheiros químicos especializados. Quem conta é a diretora de marketing da empresa, Andrea Nunes.

Segundo ela, ao longo do tempo, a empresa se reinventou constantemente para atender às novas demandas do mercado de poliuretano e agora se reestruturou como Grupo Flexível, visando atuar em novas frentes. O objetivo, segundo ela, é oferecer soluções mais completas para diferentes segmentos da indústria e se consolidar como gestora de tecnologias destaque não só em soluções de poliuretano, mas também na química em geral.

“Essa reestruturação começa pela expansão do parque fabril, com a inauguração da unidade mineira. Agora, além de toda a estrutura da matriz, contamos também com uma área de 650 metros quadrados e capacidade de armazenamento de mais de 200 mil litros do produto em Extrema”, citou.

A decisão estratégica norteará a empresa a direcionar suas ações para os próximos cinco anos. A nova unidade, em um primeiro momento, atuará com armazenamento de produtos acabados, envase e distribuição – tendo como objetivo proporcionar uma maior eficiência de logística aos negócios da empresa e aumentar sua abrangência nacional. Mas a ideia é que, no futuro, também envolva os estágios de desenvolvimento das soluções. A filial em localização central do Brasil permitirá também uma maior aproximação dos clientes, com mais agilidade no atendimento presencial e na assistência técnica.

Fábrica especializada em poliuretano terá operações B2C

As novidades em estrutura física também envolvem a fábrica localizada na matriz, em Jaraguá do Sul. Para implantar todas as inovações em produtos e serviços, a Flexível está ampliando sua planta dos atuais 6 mil metros quadrados para 11 mil metros quadrados, o que permitirá o aumento da capacidade de produção e armazenamento.

Quanto às novas unidades de negócios, Andrea Nunes afirmou que serão implantadas gradativamente no decorrer de 2021 e adiantou que, além da atuação direta no mercado B2B, o Grupo Flexível também terá operações B2C.

“Uma das novas frentes de atuação ocorrerá na parte de suporte a diferentes segmentos industriais. Hoje já oferecemos esse serviço a clientes mas, em breve, disponibilizaremos para o público em geral. Temos todo maquinário e recipientes indicados para o armazenamento de produtos como o poliuretano e podemos auxiliar pequenas empresas que têm como investir nesse tipo de estrutura”, explicou.

Sobre o desempenho dos negócios, Andrea Nunes disse que o ano de 2020 foi desafiador, assim como para todos os segmentos da indústria. Mas, mesmo diante tantas adversidades, a Flexível conseguiu manter um crescimento sustentável e prevê manter o ritmo de crescimento em 2021.

“O primeiro semestre ainda deverá ter algum efeito da falta de matéria-prima que continuamos enfrentando, mas a partir da segunda metade do ano, as coisas devem melhorar”, apostou. Nos últimos cinco anos a empresa registrou crescimento de faturamento na casa dos dois dígitos.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!