COTAÇÃO DE 23 A 25/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6270

VENDA: R$5,6270

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,8030

EURO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,6750

OURO NY

U$1.792,47

OURO BM&F (g)

R$327,87 (g)

BOVESPA

-1,34

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios
Trabalho mais recente da Houer foi a PPP para modernizar, ampliar e executar a manutenção e operação da iluminação pública de Ribeirão das Neves, na RMBH - Crédito: Divulgação

Criada em Belo Horizonte por ex-funcionários públicos do governo de Minas Gerais, a Houer – consultoria especializada em estruturação de parceria público-privada (PPP) e concessão – vive momento de expansão. Com sede na capital mineira e um escritório em Cuiabá, a empresa se prepara para abrir a segunda filial no País, dessa vez em Brasília, onde pretende se aproximar de projetos do governo federal. Para 2019, a meta é registrar um aumento de 40% no faturamento, em relação ano anterior.

O sócio-diretor da Houer, Gustavo Palhares, explica que a empresa foi criada a partir da percepção de uma crise fiscal que levaria a uma incapacidade de promoção dos serviços públicos.

Palhares: fazemos todo o processo de modelagem da PPP – Crédito: LordShark/ JDCM

PUBLICIDADE

“Vimos uma oportunidade, pois se os governos não teriam condições de conduzir esses serviços, então teriam que se reinventar, por exemplo, por meio de PPPs e concessões”, afirma.

A percepção dos sócios se mostrou correta nos últimos anos: a empresa não parou de crescer, tendo dobrado de tamanho em 2018 em relação a 2017. Nos últimos quatro anos, a Houer estruturou mais de R$ 40 bilhões em projetos, sendo que desse total R$ 30 bilhões já foram licitados. Os clientes estão em 14 estados diferentes no Brasil, principalmente nos governos estaduais e municipais.

Com a inauguração do escritório em Brasília, até o fim de 2019, a empresa pretende conquistar novos clientes, principalmente no governo federal. Segundo Palhares, a meta da empresa é crescer 40% em faturamento este ano, em relação ao ano passado, e chegar a R$ 50 bilhões em projetos estruturados.

O trabalho mais recente entregue pela consultoria foi a PPP para modernizar, ampliar e executar a manutenção e operação da iluminação pública de Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O contrato de concessão terá duração de 30 anos e tem valor total estimado de R$ 388 milhões. Ele vai gerar uma economia de 46% com energia elétrica e redução de aproximadamente com 400 toneladas de CO2 a partir da implantação da tecnologia LED.

O sócio explica que a empresa faz todo o processo de modelagem da PPP, desde estudos de engenharia, avaliação econômica do projeto, estruturação jurídica do documento e acompanhamento do município até a licitação.

Além disso, a empresa também oferece estudos de Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), que é quando a iniciativa privada apresenta um estudo que pode ser utilizado pelo governo para abrir uma licitação de um projeto de concessão.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!