COTAÇÃO DO DIA 22/01/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4780

VENDA: R$5,4790

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5070

VENDA: R$5,6470

EURO

COMPRA: R$6,6088

VENDA: R$6,6101

OURO NY

U$1.853,68Pg�

OURO BM&F (g)

R$ (g)

BOVESPA

-0,80

POUPANÇA

0,1159%%

OFERECIMENTO

Mercantil do Brasil - ADS

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios Negócios-destaque
Página Inicial » Negócios » LafargeHolcim e VLI fecham parceria para transporte de cimento a granel

LafargeHolcim e VLI fecham parceria para transporte de cimento a granel

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Acordo firmado aumenta fluxo ferroviário em mais de 50% | Crédito: Divulgação/VLI

A LafargeHolcim e a VLI, companhia de soluções logísticas que opera terminais, ferrovias e portos, fecharam uma nova parceria para o transporte de cimento a granel da fábrica de Pedro Leopoldo (Região Metropolitana de Belo Horizonte) até o Porto de Aratu, em Candeias (BA). No município baiano, os caminhões da LafargeHolcim são abastecidos e seguem viagem até a Região Metropolitana de Salvador para serem descarregados diretamente nos clientes da cimenteira.

As empresas já possuem parceria no abastecimento de combustíveis sólidos das unidades localizadas em Minas Gerais. O novo contrato representa um incremento de mais de 50% no fluxo ferroviário e uma diversificação na matriz logística da LafargeHolcim. Dessa vez, o produto transportado na Ferrovia Centro-Atlântica (FCA) é um cimento, de alta resistência inicial e final utilizado por concreteiras, indústrias, empresas de pré-fabricados e pré-moldados.

“Temos um parque com 137 vagões próprios que estavam parados em Pedro Leopoldo. Com a operação, passamos a utilizar todos eles, que circulam até Aratu, fazendo o ciclo completo da operação. O trajeto por ferrovia é mais competitivo economicamente. Dessa forma, alavancamos nossa presença no mercado técnico da Bahia, onde tínhamos baixa participação, com um produto diferenciado, gerando maior disponibilidade e agilidade no atendimento junto ao cliente e ainda reduzimos as emissões de CO2 nesse processo logístico”, explica o gerente Comercial do Nordeste e Norte de Minas da LafargeHolcim, Patrick de Paula Richa. Pela cimenteira, o projeto ainda inclui obras no terminal, em Aratu (BA). As atividades estão em andamento, com término previsto para o fim de dezembro. A meta é que, em fevereiro de 2021, a unidade esteja operando em plena capacidade.

Para a VLI, o fluxo reforça o potencial da ferrovia, especialmente o trecho entre os dois estados, e a capacidade da companhia em se adaptar para atender a demanda do cliente. “Essa parceria é sinônimo de cooperação. A LafargeHolcim já possuía os vagões. Adicionamos a nossa expertise para oferecer uma solução logística que gera valor para todos”, destaca o gerente geral Comercial da Siderurgia e Construção da VLI, Asley Ribeiro.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!