COTAÇÃO DE 16 A 18/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4540

VENDA: R$5,4540

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4700

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,3181

VENDA: R$6,3210

OURO NY

U$1.767,23

OURO BM&F (g)

R$309,68 (g)

BOVESPA

+1,29

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios Negócios-destaque

Livro analisa caso “Brumadinho”

COMPARTILHE

Uma das maiores tragédias ambientais do Brasil, ocorrida em janeiro de 2019, é o tema central do livro “Brumadinho: da ciência à realidade”, editado pela Editora LiberArs. A obra é organizada pela doutora em Direito Ambiental Internacional e professora do curso de Direito da Faculdade Armando Alvares Penteado (FAAP), Carla Liguori, e pelo doutor em Sociologia e mestre em Direitos Humanos e Meio Ambiente, Dan Rodrigues Levy.

Segundo os organizadores, a tragédia de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), revelou que o desenvolvimento sem adequação à sustentabilidade nunca compensa.

PUBLICIDADE

Mesmo quando as normas e regulamentos ambientais são observados, todo empreendimento deve primar por princípios básicos dispostos no ordenamento jurídico, como a precaução e a preservação ambiental. Para os especialistas, mesmo depois de mais de um ano, ainda há muito a ser feito, sobretudo em relação à reparação das famílias que perderam bens jurídicos valiosos como a vida.

“O objetivo do livro é apresentar ao leitor, através de dados e pesquisas científicas, algumas consequências deste desastre ambiental sem precedentes, que afetou e ainda afeta de forma contundente a realidade da sociedade brasileira”, resume a professora Carla Liguori.

A obra reúne diversos estudos das áreas jurídica, social e econômica. Passa por temas como a resiliência, riscos e perspectivas futuras, reparação integral às vítimas em face da reforma trabalhista, responsabilidade do administrador e seu impacto sobre os acionistas, posição do Brasil perante a Corte Interamericana, jurisdição estrangeira nos casos de danos ambientais e às vítimas diretas ou indiretas.

O comitê científico do livro é formado por Ary Baddini Tavares, Andrés Falcone, Alessandro Octaviani, Daniel Arruda Nascimento, Eduardo Saad-Diniz, Francisco Rômulo Monte Ferreira, Isabel Lousada, Jorge Miranda de Almeida, Marcelo Martins Bueno, Miguel Polaino-Orts, Maurício Cardoso, Maria J. Binetti, Michelle Vasconcelos Oliveira do Nascimento, Paulo Roberto Monteiro Araújo, Patricio Sabadini, Rodrigo Santos de Oliveira, Sandra Caponi, Sandro Luiz Bazzanella, Tiago Almeida e Saly Wellausen.

O livro destaca que o caso de Brumadinho deve ser compreendido não como uma excepcionalidade da atividade em si, mas sim como parte dos custos humanos, sociais e ambientais que esse tipo de desastre pode provocar.

Em função da pandemia, o lançamento do livro ocorreu digitalmente no fim de maio de 2020, por meio de uma live entre organizadores e alguns dos autores, porém será ainda realizado ao público após o País voltar à normalidade. Entretanto, os interessados podem obter informações junto à editora, por meio do link. (Da Redação)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!