O empreendedor mineiro Motti é COO do GCB Group, empresa da área de mineração e venda de pedras preciosas | Crédito: Divulgação

Rodando o mundo há alguns anos, seja para prospectar negócios ou “tocar” sua empresa de mineração, o empreendedor mineiro Bruno Motti vai investir em novas áreas, como saúde e educação.

Para isso, está desenvolvendo dois projetos: um de suplementos alimentares e outro de capacitação de profissionais da área de saúde, que serão lançados nos próximos meses.

De acordo com o empresário, que já foi estoquista, office-boy e assistente administrativo, e também é Chief Operating Officer (COO) do GCB Group, ainda não é possível falar em investimentos, mas os suplementos já estão sendo produzidos e testados e começarão a ser comercializados dentro de duas ou três semanas. A ideia é que, nesta primeira fase, cerca de 3 mil frascos sejam fabricados.

“Estamos na etapa que chamamos de MVT (do inglês Minimum Viable Product) para avaliar a viabilidade do produto. Por isso, ainda não temos nem a marca. Mas a aposta é grande”, revelou.

Segundo ele, o produto inicial será um Nootrópico (substância que melhora a cognição e a memória e facilita o aprendizado) voltado para estudantes, concurseiros, empresários e atletas, assim como já ocorre em outros países, como Estados Unidos e China, onde o produto é altamente disseminado entre esses públicos. Em um segundo momento será direcionado à população em geral.

“Primeiro vamos mostrar o que é um nootrópico e a eficácia que ele tem na vida das pessoas. A venda vai ser consequência. Todo mundo pensa em fortalecer o físico, mas acaba se esquecendo do sistema nervoso, que também pode se atrofiar. Inclusive, a meta é, em um ano, exportá-los para a China, onde já há consumo elevado”, explicou.

Conforme Motti, entre os benefícios do produto estão a maior concentração, a ajuda no raciocínio e resolução de problemas, na criatividade, habilidades sociais, na tomada de decisões e no planejamento, entre outros.

O outro projeto diz respeito a uma plataforma de cursos para profissionais de saúde chamada Saúde 4.0. Neste caso, conforme o empreendedor, objetivo é ajudar médicos, dentistas, fisioterapeutas, enfermeiros e outros em assuntos relacionados às áreas financeiras, comercial, marketing e gestão do tempo.

“A intenção é dividir o que adquiri durante minha jornada. Conhecimento, dicas e ferramentas com quem quer empreender como eu, mas que está enfrentando dificuldades. Acredito que todo mundo é empreendedor de si mesmo, isso já é o começo e acho que posso contribuir de maneira a tornar o processo mais eficiente e eficaz”, ressaltou.

Uma dessas ferramentas é uma fórmula que chama de DDRIPP: ter disciplina, saber delegar, ter resiliência, saber inovar, ser polivalente e ser pragmático. Segundo ele, uma receita para empreender. Os primeiros vídeos serão gravados na próxima semana e comercializados dentro de um mês.

Já o GCB Group, empresa em que o executivo atua como COO, é da área de mineração e comercialização de pedras preciosas. Criada em 2008, em Belo Horizonte, a empresa possui filiais em três continentes e escritório em Governador Valadares (Vale do Aço) e foco na produção de pedras esmeraldas, turmalina e água marinha. O grupo é formado pela Mineração Aricanga, a mineração de Nova Era, Brasiminas na Paraíba e GCB África em Moçambique.