COTAÇÃO DE 23 A 25/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6270

VENDA: R$5,6270

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,8030

EURO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,6750

OURO NY

U$1.792,47

OURO BM&F (g)

R$327,87 (g)

BOVESPA

-1,34

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios
Sediada no bairro Palmeiras, na região Oeste da Capital, a MIP Engenharia conta, hoje, com 1.300 funcionários - Crédito: Divulgação

Com 58 anos de operação em Belo Horizonte, a MIP Engenharia inicia o segundo semestre de 2019 com otimismo. A empresa acaba de ser reconhecida como destaque em “Saúde e Segurança no Trabalho”, na modalidade “Média Empresa” do “Prêmio Nacional de Inovação”, realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Com um novo modelo de negócios, que entrega um serviço mais completo aos clientes, a empresa também experimenta a recuperação de resultados depois de um 2018 desafiador.

Sediada no bairro Palmeiras, na região Oeste da Capital, a MIP conta, hoje, com 1.300 funcionários. A principal atuação é na montagem eletromecânica de equipamentos para a indústria. Entre os clientes estão grandes companhias, como Vale, Petrobras e Gerdau. Para o CEO, Iomar Cunha, o reconhecimento no prêmio da CNI e do Sebrae se deve à uma cultura de segurança desenvolvida pela empresa.

PUBLICIDADE

“Esse é um assunto muito importante na MIP e, por isso, temos uma série de programas que focam nele. Dessa forma, os temas da saúde e da segurança se tornaram uma cultura da nossa empresa”, afirma.

Entre os programas desenvolvidos pela MIP está o DEAE, que incentiva os funcionários a visualizarem e denunciarem desvios que podem comprometer a segurança. Os setores e os funcionários são avaliados e premiados.

Outro exemplo é o programa Líder Nota 10, que é voltado para a avaliação da liderança. Os gestores são monitorados com base em diversos aspectos, como a organização e limpeza de sua área; uso de equipamentos de segurança e inovação. O CEO lembra que tudo isso é possível também porque a empresa tem práticas de compliance, o que a destaca positivamente no segmento que, nos últimos anos, ficou marcado pelos casos de corrupção.

Além da premiação, o bom desempenho da MIP em 2019 é motivo de comemoração para Cunha. Ele afirma que últimos três anos foram desafiadores para empresa por conta da crise econômica. Como a indústria sentiu muito os efeitos da crise, as demandas por execução de projetos de engenharia também diminuíram. Mas, desde o ano passado, a empresa adotou um novo modelo de negócios que já tem gerado resultados este ano.

“Além de oferecer a construção de equipamentos, passamos a vender projetos Engineering, Procurement, Construction (EPC). Isso quer dizer que a empresa oferece desde a elaboração dos projetos executivos, passando pela compra dos equipamentos e materiais necessários até a construção. Aproveitamos o momento de crise para redirecionar a empresa. Agora, por meio de parcerias, nos deslocamos por toda a cadeia de fornecimento”, afirma.

O CEO não abre números sobre meta de crescimento, mas garante que os resultados de 2019 serão bem melhores que os do ano passado. Ele acredita que a oferta de um serviço mais completo aos clientes vai ajudar nesse bom desempenho, assim como a melhora da economia no País.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!