Cotação de 03/08/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1920

VENDA: R$5,1930

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1930

VENDA: R$5,3470

EURO

COMPRA: R$6,2205

VENDA: R$6,2217

OURO NY

U$1.810,36

OURO BM&F (g)

R$305,16 (g)

BOVESPA

+0,87

POUPANÇA

0,2446%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios Negócios-destaque
Schwarz: maioria dos comércios tem os parafusos como sendo um item a mais no mix | Crédito: Divulgação/Parafuso Fácil

Vender parafusos na internet foi o “pulo do gato” do empresário Paulo Roberto Schwarz, em Jaraguá do Sul, em Santa Catarina. Há 25 anos no comércio físico de ferragens, o empreendedor conseguiu, inclusive, financiamento pela linha Inovacred da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) para colocar o site Parafuso Fácil (www.parafusofacil.com.br) no ar. Dentro do portal já são mais de 15 mil itens cadastrados e a expectativa é chegar a 40 mil.

“Comecei minha vida como empreendedor, vendendo parafusos. Com o tempo a loja cresceu e foram agregados outros itens, mas os parafusos continuaram sendo minha especialidade. Isso é raro, porque a maioria dos comércios tem os parafusos como sendo um item a mais. Queria fazer algo inovador e fui buscar inspiração na nossa expertise. A partir daí estudei o mercado no mundo e encontrei algo relacionado na Alemanha e nos Estados Unidos”, relembra Schwarz.

PUBLICIDADE

O lançamento do site para o público foi no início do ano e já foram feitas vendas para todos os estados da federação, sendo Minas Gerais o segundo maior comprador, atrás apenas de São Paulo. A expectativa era de que as principais vendas fossem de parafusos especiais para máquinas e outras demandas industriais. A surpresa, impulsionada pelo distanciamento social imposto pela pandemia, foi o grande número de clientes pessoa-física.

“Existe uma gama gigantesca de parafusos, dos de uso doméstico, que custam centavos; até os específicos para grandes máquinas industriais e para veículos ‘fora de estrada’, por exemplo, que podem custar até R$ 1.500 a unidade. A pandemia levou as pessoas para dentro de casa e aí surgiram as necessidades de pequenos reparos e a onda da bricolagem. Dessa forma, tivemos uma demanda surpreendente de pessoas comuns, que compram em pequena quantidade e não tinham onde comprar ou não estavam dispostas a sair de casa”, pontua o empresário.

Para entregar a melhor experiência de compra para o cliente, o site foi desenvolvido com filtros especiais de acordo com as especificidades do produto e mantém uma equipe de consultores à disposição. Além disso, até as embalagens foram pensadas, sendo feitas em um modelo zip com material resistente, que impede que o parafuso rompa o plástico.

Além disso, contém uma etiqueta com a imagem do produto, sua descrição e tecnologia de QR Code que permite a recompra simplificada do mesmo item. O e-commerce permite a compra de qualquer quantidade, oferecendo preços diferentes para a unidade, embalagem fechada ou conjunto de cinco embalagens.

“Já efetuamos vendas desde uma arruela – que custava 40 centavos – até itens industriais e uma compra que pediu 230 itens diferentes. As pessoas, às vezes, se espantam porque alguém comprou um produto que custa centavos e pagou um frete de R$ 20. Digo que cada um sabe o tamanho da sua necessidade. Talvez na cidade dele não tivesse aquele produto e viajar apenas para comprar uma arruela ficaria mais caro. O meu interesse é ajudar o cliente a resolver o seu problema, seja ele qual for”, completa o idealizador da Parafuso Fácil.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!