COTAÇÃO DE 29/11/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6090

VENDA: R$5,6100

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6470

VENDA: R$5,7730

EURO

COMPRA: R$6,3216

VENDA: R$6,3229

OURO NY

U$1.783,43

OURO BM&F (g)

R$322,48 (g)

BOVESPA

+0,58

POUPANÇA

0,4412%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios

Programa Centelha disponibiliza R$ 1 milhão para ideias inovadoras

COMPARTILHE

Google maps

Já estão abertas as inscrições para o Programa Centelha, iniciativa que visa estimular a criação de empreendimentos inovadores a partir da geração de novas ideias em Minas Gerais. No Estado, o programa será executado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (Fapemig) e o aporte financeiro destinado ao projeto é da ordem de R$ 1 milhão.
Para o presidente da Fundação, Evaldo Vilela, esta é a oportunidade de revelar talentos inovadores escondidos no Estado e que contribuirão para o desenvolvimento de Minas Gerais.

“São as transformações geradas pelas inovações que contribuem para o desenvolvimento econômico. Elas criam o futuro!”, disse.

PUBLICIDADE

Poderão participar pessoas físicas, que atendam às exigências da Chamada, ou empresas com faturamento anual bruto de até R$ 4.8 milhões, criadas e formalizadas a partir do programa ou com até 12 meses de criação, contados a partir do dia 16 de setembro. Interessados em submeter suas propostas devem realizar sua inscrição por meio do site do Centelha/MG até o dia 30 de outubro.

“A expectativa é que o Centelha/MG receba mil inscrições, permitindo a multiplicidade de projetos com temáticas e vertentes diversas”, explica Thiago Morais, membro da equipe executora do programa no Estado.

Morais explica como será o processo seletivo. “A seleção funcionará como um funil. A expectativa é que tenhamos mil ideias submetidas na primeira fase e que passem 200 projetos para a segunda fase, 100 para terceira e ao final selecionaremos as 15 melhores propostas. Importante destacar que cada fase terá uma série de vídeos para os proponentes se capacitarem e melhorem seus projetos”, declara.

As propostas selecionadas receberão um pouco mais de R$ 66 mil para o desenvolvimento da ideia, no formato de subvenção econômica (recursos não reembolsáveis).

“A ideia é gerar novas empresas, movimentar o ecossistema de inovação e levar soluções para o Estado”, complementa.

O diretor de CT&I da Fapemig, Paulo Beirão, ressalta a importância do apoio do Estado no contexto de inovação. Para Beirão, o processo de inovação nas empresas depende de inúmeros fatores, dentre eles a capacidade de gestão do processo de inovação capaz de gerar novos produtos para o mercado, com competitividade e sustentabilidade.

“Neste contexto, o fomento não reembolsável, por parte do Estado, representa, muitas vezes, o único caminho para se inovar nas micro e pequenas empresas. Além disso, o Centelha é uma importante forma de apoio a ideias inovadoras em estágio ainda embrionário, que de outra forma teriam dificuldade de serem desenvolvidas”, finaliza Beirão.(Da Redação)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!