COTAÇÃO DE 25/01/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5074

VENDA: R$5,5089

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5074

VENDA: R$5,5089

EURO

COMPRA: R$6,6799

VENDA: R$6,6828

OURO NY

U$1.856,15

OURO BM&F (g)

R$327,82 (g)

BOVESPA

-0,80

POUPANÇA

0,1159%%

OFERECIMENTO

Mercantil do Brasil - ADS

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Coronavírus Negócios Negócios-destaque

Reuniões de sócios a distância está regulamentada

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Momento de crise acelera medidas importantes, ressalta Adolfo | Crédito: Divulgação/FASS

Reunir todos os sócios (ou acionistas) para uma reunião não é das tarefas mais fáceis no cotidiano das empresas. Especialmente agora, quando o isolamento social é uma necessidade mundial para combater o avanço da Covid-19, a ideia de se reunir não parece muito convidativa para as pessoas e as reuniões presenciais devem mesmo ser evitadas.

Mas os negócios não podem parar e, para facilitar a vida dos empresários em tempos de quarentena, foi publicada recentemente a Medida Provisória 931/20, que, além de prorrogar o prazo legal para a realização de assembleia geral ordinária (no caso das sociedades anônimas) e assembleia de sócios (para as sociedades limitadas), também traz uma importante modernização: a previsão legal para a realização de reuniões de sócios ou acionistas a distância.

“A nova medida provisória atribui ao Drei (Departamento Nacional de Registro Empresarial e Integração) a regulamentação dessas reuniões de forma não presencial. O Drei já apresentou ao público uma proposta dessas normas, mas até o momento não foi publicado o texto final delas”, afirma Luciano Adolfo, advogado e sócio da FASS (Fonseca Assis Advogados e Consultores).

As reuniões não presenciais de sócios já são uma realidade nas empresas e agora estão previstas legalmente. “Por isso, entendo que a previsão legal para estes encontros provoca a modernização dos atos societários para combater à proliferação do coronavírus e atender ao cotidiano empresarial como de fato é. “As decisões societárias já eram tomadas em conferências telefônicas, pelo WhatsApp e por e-mails antes mesmo da pandemia, mas agora este processo está regulamentado, o que prova como um momento de crise é capaz de acelerar medidas importantes, criativas e atuais para facilitar o dia-a-dia das empresas e de todo mundo”, ressalta Adolfo.

Antes da regulamentação, os empresários podiam realizar suas reuniões à distância, mas tinham de fazer constar no Estatuto ou Contrato Social que a realização das assembleias/reuniões poderia ocorrer de forma não presencial e as assinaturas seriam recolhidas posteriormente ou mesmo em meio digital (para as Juntas Comerciais que já adotavam o processamento eletrônico de atos societários). “Mas estes empreendedores eram uma exceção, pois pensaram o Contrato Social ou Estatuto como um dos contratos mais importantes que assinariam e não como um simples documento burocrático para constituir a empresa. Porém, agora sua atitude se mostra válida e moderna”, aponta o advogado do FASS.

Entretanto, mesmo para quem não teve esse cuidado quando começou a sua sociedade, sempre é possível rediscutir o Contrato Social ou Estatuto, promovendo as alterações necessárias para que reflitam, de fato, os interesses e combinados dos sócios ou acionistas. Nessas horas, contar com o apoio de uma consultoria especializada faz toda a diferença, porque esclarece deveres e estabelece os direitos de todos os envolvidos. “Nunca é tarde modernizar contratos e estatutos das empresas, independentemente do tamanho ou setor de atuação, garantindo adequação às mudanças e evoluções de seus respectivos mercados”, conclui Adolfo.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente