A ArcelorMittal, que possui uma loja virtual pioneira na compra de aços, teve um acréscimo de 38% das vendas on-line em março e abril na comparação com os meses anteriores à pandemia do Covid-19. A migração tem explicação direta no fechamento das lojas físicas da produtora de aço pelo Brasil.

O e-commerce da ArcelorMittal é uma operação on-line completa ou de ponta a ponta, que integra loja virtual, estoque e distribuição. “A plataforma está em crescente evolução. No segundo semestre de 2019, praticamente dobramos o número de pedidos”, explica o Diretor de Vendas Regionais do segmento de Aços Longos da ArcelorMittal Brasil, René Kahler Junior.

Entretanto, Kahler reforça que, neste momento de isolamento social, a quantidade de transações concluídas e de vendas superou as expectativas. “Escritórios de arquitetura, empresas de engenharia e aquele proprietário – que está reformando seu imóvel -, serralheiros e profissionais de manutenção são alguns dos clientes neste período”, afirma. No período de quarentena, os vendedores das lojas físicas estavam com acesso ao link do e-commerce para a realização das vendas.

O canal de vendas pela internet da ArcelorMittal oferece mais de 500 produtos e soluções em aço para a construção civil, entre eles vergalhões, arames, chapas, perfis, telas, treliças e outros. Os planos da ArcelorMittal para 2021 foram antecipados e realizados nos últimos 60 dias.

“Precisamos nos adaptar à nova realidade do mercado digital, onde mais e mais pessoas compram e vendem on-line. O e-commerce deve ser parte ativa de seu negócio, tanto quanto sua equipe de vendas”, complementa Kahler. (Da Redação)