COTAÇÃO DE 25/05/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,8200

VENDA: R$4,8210

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$4,8900

VENDA: R$5,0160

EURO

COMPRA: R$5,1520

VENDA: R$5,1546

OURO NY

U$1.853,68

OURO BM&F (g)

R$287,13 (g)

BOVESPA

-0,98

POUPANÇA

0,6724%

OFERECIMENTO

Negócios

Verace prevê novos investimentos em MG

COMPARTILHE

Eduardo Petri, Marcelo Paixão, Túlio Pinto e André Paixão (da esq para dir), sócios da Verace | Crédito: Divulgação/Verace

Após investir cerca de R$ 2 milhões em equipamentos, estrutura comercial e de marketing visando o fortalecimento da marca no Estado e a ampliação da presença para outras regiões do País, a Cervejaria Verace já planeja novo ciclo de aportes para o ano que vem. O planejamento que está sendo estruturado deverá incluir a expansão física da fábrica, localizada em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

A informação é de um dos sócios da Verace, André Paixão. Segundo ele, a empresa está concluindo o atual ciclo de investimentos que permitiu a cervejaria ampliar a capacidade de adega de 80 mil litros para 110 mil litros, além da entrada no segmento de destilados. “Começamos com apenas um galpão, que foi construído para abrigar a cervejaria. Hoje, já são três, e todos foram transformados para atingir a capacidade de 110 mil litros/mês. Também fizemos a aquisição de um destilador e de uma máquina de envase de latas”, detalhou.

PUBLICIDADE




Todo esse esforço não foi em vão, mesmo diante das dificuldades enfrentadas pelo segmento diante do abre e fecha do comércio como uma das medidas de proteção ao coronavírus. Conforme Paixão, 2020 foi um ano muito complicado e o volume despencou cerca de 90% entre março e abril – demanda que foi sendo recuperada aos poucos nos meses seguintes, mas que voltou a ser afetada com o novo fechamento no início de 2021.

“Vimos que a retomada poderia vir forte e resolvemos realizar o novo investimento. Desde a reabertura estamos batendo recordes de vendas mês a mês”, contou.

Diante da demanda elevada, a produção alcançou a nova capacidade fabril e, por isso, uma nova expansão já está sendo planejada para o ano que vem. O sócio da Verace explicou que a demanda está crescente, pois ficou algum tempo reprimida. Além disso, há o impacto dos investimentos realizados em marketing e alguma fatia do vácuo deixado no mercado pela Backer.

“Sem contar a forte expectativa em relação à volta dos grandes eventos. Por isso, já estamos avaliando como expandir ainda mais nosso volume. Estamos buscando alternativas, pois o imóvel que foi projetado para ser a Verace chegou no limite. Agora precisaremos de uma expansão física para aumentar a litragem de cerveja”, disse.

PUBLICIDADE




Hoje a capacidade da fábrica está em 120 mil litros por mês. Deste total, geralmente 60% da bebida sai em chope e 40% engarrafadas. Já na parte de destilaria, a capacidade é de 15 mil litros/mês, mas como a marca está entrando no mercado agora, com seu próprio gin, a expectativa é de que sejam comercializados 2 mil litros da bebida. A ideia também é produzir drinks prontos.

Todas essas novidades vêm para consolidar a marca Verace em Minas Gerais e preparar o terreno para conquistar outras regiões do País. Atualmente, a cervejaria está em 1.200 pontos de vendas em Minas, incluindo todas as grandes redes de supermercados. Os próximos passos são partir para outras regiões do estado e do Brasil.

Já há equipe própria no Vale do Aço, no Campo das Vertentes e na Zona da Mata. E em breve estarão também no Sul de Minas e no Triângulo, provavelmente ainda este ano. Mas, atualmente, com as vendas diretas para pessoa física, a Verace já consegue estar presente em outros estados brasileiros.

“Crescemos mais de 1.000% nos últimos seis meses graças aos investimentos no nosso e-commerce. Hoje, esse canal já representa em torno de 2% a 3% do nosso faturamento e a expectativa é que chegue aos 10%, sendo que antes da pandemia representava apenas 0,5%. Isso só foi possível graças a investimentos, divulgação de marca, reestruturação de embalagem e outras ações focadas na experiência do cliente”, concluiu o empresário.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!