COTAÇÃO DE 26/11/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5950

VENDA: R$5,5960

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6300

VENDA: R$5,7570

EURO

COMPRA: R$6,3210

VENDA: R$6,3222

OURO NY

U$1.792,60

OURO BM&F (g)

R$322,88 (g)

BOVESPA

-3,39

POUPANÇA

0,4620%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Negócios Negócios-destaque

WhatsApp oferecerá compras dentro do app e hospedagem em nuvem

COMPARTILHE

Crédito: Dado Ruvic/Reuters

San Francisco – O Facebook disse ontem que o WhatsApp irá oferecer compras e serviços de hospedagem dentro do aplicativo, à medida que aumenta sua receita enquanto une a infraestrutura de comércio eletrônico da empresa.

A maior empresa de mídia social do mundo vem tentando aumentar as vendas de unidades de grande crescimento, como Instagram e WhatsApp, que comprou em 2014 por US$ 19 bilhões, mas tem demorado para monetizar.

PUBLICIDADE

Com as mudanças, o WhatsApp permitirá que empresas vendam produtos dentro do aplicativo por meio do Facebook Shops, uma loja on-line lançada em maio para oferecer uma experiência de compra unificada entre os aplicativos do Facebook.

A empresa também entrará no setor de computação em nuvem, oferecendo às empresas que usam suas ferramentas de mensagens de atendimento ao cliente a capacidade de armazenar essas mensagens nos servidores do Facebook.

O vice-presidente de operações do WhatsApp, Matt Idema, disse que o recurso de compras começará a ser lançado este ano, enquanto a hospedagem de mensagens estará disponível em 2021.

Idema disse que o WhatsApp oferecerá o serviço de hospedagem gratuitamente para tentar atrair novos clientes pagantes para suas ferramentas corporativas, que cobra alguns centavos de dólar por cada mensagem entregue.

O aplicativo tem uma base de clientes pagos relativamente pequena de dezenas de milhares de empresas, enquanto dezenas de milhões usam suas ferramentas gratuitas destinadas a pequenas empresas.

No total, mais de 175 milhões de pessoas interagem diariamente com uma empresa no WhatsApp, disse Idema.

“A receita hoje é pequena, em comparação com o Facebook em geral, mas achamos que a oportunidade é muito grande”, disse. (Reuters)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!