COTAÇÃO DE 26/07/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1740

VENDA: R$5,1740

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1630

VENDA: R$5,3400

EURO

COMPRA: R$6,1233

VENDA: R$6,1261

OURO NY

U$1.797,46

OURO BM&F (g)

R$299,92 (g)

BOVESPA

+0,76

POUPANÇA

0,2446%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Opinião Opinião-destaque
Crédito: REUTERS/Pascal Rossignol

Num ambiente ainda de tantas e tamanhas incertezas cabe festejar, e muito, o anúncio de que entram em reta final os preparativos para abertura do primeiro centro de distribuição da Amazon no Estado, instalado em Betim. Como é sabido, a empresa, a maior do mundo em e-commerce, trabalha e investe para ampliar suas atividades no País, pretendendo que este processo se irradie justamente a partir do Estado.

A posição geográfica central e a malha rodoviária, que, mesmo com suas limitações, permite acesso aos principais centros do País, justificam a escolha. E com possíveis e grandes desdobramentos, considerado o porte das atividades da empresa, conforme aponta o governador Romeu Zema, que não vê distante o momento em que Minas Gerais poderá ser o grande centro logístico do País.

PUBLICIDADE

Embora o investimento inicial seja relativamente modesto para o porte da empresa, exatos R$ 120 milhões, o otimismo faz sentido e pode de fato representar o momento da virada para a economia regional. A propósito, e conforme já noticiado pelo DIÁRIO DO COMÉRCIO, a Prefeitura de Betim informa que, presentemente, 87 novos empreendimentos estão em processo de instalação no Distrito Industrial local e outros 111 em fase de consulta. Definitivamente, não é pouca coisa.

E, quanto à Amazon, espécie de nova estrela em Betim, a multinacional já conta com cinco centros de distribuição no País, além de Betim outros dois estão sendo implantados em Brasília e no Rio Grande do Sul, tudo para garantir agilidade nas operações e, um dos segredos do negócio, maior proximidade com a clientela, diversidade nas ofertas e possibilidade de reduzir a até um dia o prazo de entrega de pedidos. Para uma empresa que já trabalha ativamente para fazer entregas porta a porta utilizando drones, não parece muito.

Também em Minas o que está por acontecer, antecipa o governador, representa apenas o ponto de partida para a Amazon, que antes de escolher o Estado avaliou outras opções, e reforça suas operações no Brasil com ambiciosas e já anunciadas metas de expansão. Todo esse movimento pode significar também uma mudança de direção, que aproxima o Estado de conceitos mais atuais de negócios, ao mesmo tempo em que reforça a tese, que temos defendido, de que a desejada recuperação do Estado não virá apenas da redução de gastos e do reequilíbrio fiscal, mas sim de uma combinação de esforços em que o aumento de receitas deve ser o principal dos pilares.

Que seja assim e que o futuro, que uma empresa como a Amazon tão bem simboliza, afinal aconteça.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!