Crédito: Genilton Elias

Ronaldo Scucato *

Por definição, “voluntário é aquele que procede espontaneamente, sem coação, movido por vontade própria”. Podemos dizer que a iniciativa de realizar alguma ação voluntária surge para atender algum tipo de necessidade, já que por meio do voluntariado, doamos nosso tempo e habilidades em prol de uma determinada causa, sem a expectativa de receber algo em troca.

De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2017, o número de pessoas que praticaram atividades voluntárias chegou a 7,4 milhões no Brasil. Apesar do aumento na quantidade de indivíduos que atuam como voluntários, a média de horas dedicadas por semana caiu de 6,7 para 6,3 horas. A pesquisa apontou ainda que a grande maioria, 91% das pessoas, praticava trabalho voluntário por meio de empresa, organização ou instituição.

No Brasil, celebramos o Dia Nacional do Voluntariado em 28 de agosto. A data foi instituída em 1985, através da Lei nº 7.352, para estimular que cada vez mais brasileiros dediquem parte do seu tempo para construção de um país melhor.

E Minas Gerais segue na vanguarda quando o assunto é voluntariado. Há 10 anos, o Sistema Ocemg fez o primeiro convite para que as cooperativas integrassem o Dia de Cooperar (Dia C), um programa de voluntariado cooperativista. Passada essa primeira década, a iniciativa se firma como o maior movimento de voluntariado do setor no País.

Desde 2009, o programa já atraiu, em Minas Gerais, 377.413 voluntários, contribuindo com a qualidade de vida de 5.432.140 pessoas.

O voluntariado vem do coração, da disponibilidade de se doar para o outro! Esse sentimento se tornou tão forte em nosso segmento, que todo o País abraçou a ideia, colaborando para o fortalecimento e a consolidação do Dia C.

O movimento do Dia de Cooperar mobiliza as pessoas, promove engajamento, comprometimento e ação. Todos os projetos desenvolvidos em Minas Gerais, assim como de norte a sul do País, estão pautados no olhar das cooperativas para as comunidades nas quais estão inseridas. E foram pensados a partir de necessidades que se fazem urgentes, integrando a agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU). Portanto, refletem a nossa contribuição para uma nova perspectiva global, pautada na sustentabilidade.

O Dia C é um movimento do cooperativismo brasileiro que acontece todos os dias, não somente no primeiro sábado de julho, quando as cooperativas apresentam e celebram os resultados do movimento; ou quando rememoramos, em 28 de agosto, o Dia Nacional do Voluntariado, assim como em 5 de dezembro, no Dia Internacional do Voluntariado, datas que reverberam e consolidam nossa face social.

Para nós, todo dia é dia de cooperar. Nesse sentido, aproveitamos para fazer um convite para que a sociedade conheça as ações cooperativistas de voluntariado, que este ano receberam a bênção papal, fortalecendo o movimento. Esse tem sido nosso legado de corresponsabilidade com toda a sociedade. Este movimento transformador viabiliza a real valorização das pessoas e permite a experiência do encontro, da união, da ação e da mudança sempre para o melhor. Acreditamos no potencial transformador do cooperativismo no cotidiano das comunidades e no fato de podermos impactar positivamente a vida de milhares de pessoas. Ser, fazer e inspirar o bem.
Esperamos, por meio do voluntariado e suas ações transformadoras, extrapolar as fronteiras brasileiras e alcançar ainda mais pessoas com o Dia C, a partir do espírito da cooperação. Afinal, atitudes simples movem o mundo.

* Presidente do Sistema Ocemg