COTAÇÃO DE 24/02/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4417

VENDA: R$5,4422

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4300

VENDA: R$5,6030

EURO

COMPRA: R$6,6247

VENDA: R$6,6260

OURO NY

U$1.804,75

OURO BM&F (g)

R$316,39 (g)

BOVESPA

+2,27

POUPANÇA

0,1159%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Opinião

Informação com credibilidade

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Créditos: pxhere

Marcos Luz *

Atualmente somos municiados por informações 24 horas por dia e a internet é um bom exemplo disso, mas em qual informação podemos confiar? Como podemos medir a credibilidade da fonte de informação?

PUBLICIDADE

Credibilidade significa “qualidade do que é crível”, ou seja, “do que se pode crer”. A credibilidade é uma construção que é feita diária e lentamente. Os jornais em todas as pesquisas feitas continuam sendo o meio de informação de maior credibilidade e os jornais brasileiros têm a quarta maior credibilidade do mundo, segundo a mais recente pesquisa global “Trust in the Media”, do instituto Ipsos.

Quando falamos da publicação dos balanços, essa credibilidade necessita ser elevada a máxima potência, pois qual informação afeta o mercado financeiro? Praticamente todas, sejam elas econômicas, políticas, sociais, mas principalmente o desempenho das empresas.

Tal informação tão importante necessita ser entregue à sociedade através de uma fonte confiável e que tenha o alcance de disseminação necessário para seu público-alvo com responsabilidade. E para a imensa maioria dos investidores, esta é a única informação disponível. Portanto, é fundamental a total transparência nas divulgações das demonstrações financeiras das empresas.

As pessoas interessadas em acabar com a obrigatoriedade das publicações de balanços nos jornais utilizam o argumento do custo dessas publicações. Elas afirmam que este custo seria parte do “custo Brasil”, que dificulta os investimentos no nosso País. Mas esse argumento é facilmente descaracterizado. Segundo a pesquisa “Publicações de Balanços no Brasil – O Valor da Informação”, do professor William Eid Junior, da FGV, esse custo representa 0,0043% do faturamento de uma empresa de capital aberto no Brasil, sendo assim esse tal custo não é relevante comparado aos benefícios e segurança que esta publicação traz aos acionistas.

Alguns interessados em acabar com a transparência também dizem que isso é retrógrado ou que não existe em nenhum outro lugar, mais um argumento facilmente descaracterizado. Vejamos: existem diversos países com a obrigatoriedade de publicação de balanços em jornais de grande circulação. Podemos citar Chile, Colômbia, Índia, Egito, Argentina, Peru, Espanha e Turquia, dentre outros. No Uruguai, onde a publicação obrigatória também existe, até empresas limitadas são obrigadas a publicar seus balanços.

Faço um parêntese para lembrar que no Brasil existe a Lei 11.638/07, que trata sobre as empresas limitadas de grande porte, mas dificilmente essas empresas publicam seus balanços.

Atualmente no Brasil, além das publicações em jornais de grande circulação, existe a obrigatoriedade dessa publicação também ser feita nos Diários Oficiais igualmente como é feito na Espanha. Na Alemanha, além dos balanços anuais, também são exigidas informações semestrais.

Após derrubar todos os argumentos contrários, vamos voltar a falar de internet, atualmente todos os jornais têm seu portal na internet, não discutimos de que forma a informação será entregue e sim por quem ela será.

A real motivação da MP 892 é um afronta a nossa democracia, que tem em sua base a liberdade de imprensa e o direito à informação. Impresso ou on line os jornais sempre serão nossa fonte de informação com credibilidade.

* Sócio da Luz Publicidade

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente