DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$4,9160

VENDA: R$4,9170

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,0000

VENDA: R$5,0980

EURO

COMPRA: R$5,2070

VENDA: R$5,2096

OURO NY

U$1.842,24

OURO BM&F (g)

R$291,42 (g)

BOVESPA

+0,71

POUPANÇA

0,6697%

OFERECIMENTO

livre Política

Cidade Administrativa completa 10 anos

COMPARTILHE

Sede do Executivo, projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, abriga atualmente 41 órgãos e 16 mil servidores públicos | Crédito: Gil Leonardi/Secom MG

A Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves completa, hoje, dez anos. Sede do Executivo mineiro, o complexo projetado por Oscar Niemeyer abriga 41 órgãos do Estado e é local de trabalho para 16 mil servidores públicos.

Com objetivo de reduzir as despesas e gerir o espaço com mais eficiência, medidas adotadas pelo governo de Minas mostram resultados favoráveis aos cofres públicos, de acordo com o Executivo.

PUBLICIDADE




No último ano, por exemplo, foi realizada uma nova licitação do transporte fretado que faz o translado dos servidores para a Estação Vilarinho – onde é possível pegar o metrô, ônibus municipais e intermunicipais. O novo contrato garantiu uma economia de R$ 11 milhões ao ano com o serviço.

O secretário de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Otto Levy, explica que esse é um exemplo de como a atual gestão se esforça para utilizar os recursos públicos com responsabilidade. “A Cidade Administrativa hoje representa uma lógica adotada em todo o governo estadual. Cada centavo é gasto com a maior eficiência possível. E seguiremos trabalhando nesse sentido”, reforça Levy.

No ano passado, a Cidade Administrativa passou por troca da iluminação para lâmpadas de LED nos estacionamentos externos. Além disso, a Seplag estimulou que Indivíduos Privados de Liberdade (IPLs) fizessem ações de melhoria e restauração dos jardins, em uma iniciativa conjunta com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e o Instituto Estadual de Florestas (IEF). Esta ação resulta em uma economia de R$ 2,5 milhões ao ano.

Cuidado – Responsável por gerenciar o complexo, a coordenadora especial da Cidade Administrativa, Marilene Bretas, afirma que, desde o início de 2019, a equipe tem se desdobrado. “Estamos em situação de crise e temos feito muito com pouco recurso para deixar a Cidade Administrativa em ótimas condições para os servidores”.

PUBLICIDADE




Marilene Bretas destaca ainda entre ações adotadas pela atual gestão do governo estadual a conscientização do público que frequenta a cidade quanto à febre maculosa, em razão do aparecimento de capivaras no entorno dos prédios e jardins. O trabalho, que afixou placas na Cidade Administrativa, foi realizado em conjunto com a Zoonoses da Prefeitura de Belo Horizonte.

Outra ação em curso é a realização de obras do sistema de drenagem para escoamento da água pluvial, em parceria com o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), o que evitará alagamentos. A conclusão das obras está prevista para a segunda quinzena deste mês.

Raio-X

• A sede do Executivo mineiro atende 41 órgãos do Estado, distribuídos pelos prédios Tiradentes, Minas, Gerais e Alterosas. São cerca de 16 mil servidores;
• Cerca de 1 mil pessoas visitam o complexo diariamente;
• A Cidade Administrativa possui um índice populacional maior que de cerca de 600 municípios em Minas Gerais;
• O Prédio Tiradentes é a maior construção de concreto suspenso do mundo, com um vão livre de 147 metros de comprimento por 26 metros de largura;
• A Cidade Administrativa está localizada ao lado do Parque Estadual Serra Verde;
• O Auditório JK possui uma capacidade de público para 500 pessoas;
• Os servidores têm acesso a áreas de lazer como o Centro de Convivências (com restaurantes, lojas e serviços como banco, lotérica e farmácia), salas de convivência e sala de descanso;
• A Cidade Administrativa possui, também, uma Sala de Amamentação para proporcionar conforto às mães gestantes;
• Desde a inauguração, está implantado o Batalhão de Polícia de Guardas (BPGd), com objetivo de manter a segurança dos prédios públicos.

(Agência Minas)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!