Um dos grandes legados da quarta edição do Visite BH, a primeira totalmente virtual, foi o lançamento do vídeo “Lugares Turísticos Inusitados em Belo Horizonte”. Gravado e editado pelo projeto, o material apresenta lugares que têm potencial para exploração: Cemitério do Bonfim, Feira dos Produtores; Bares do Santa Teresa, Estátua do Cristo, no bairro Milionários, o Muquifu, Independência e sua história, Museu da Inquisição, Mumo; Imagem de Iemanjá, Cemitério Israelita, Igreja de São Judas Tadeu, Mirante da Sapucaí, Igreja de Padre Eustáquio, Casa Santíssima Trindade e Mirante Belvedere. São atrativos pouco conhecidos e significativos para um novo perfil de turista, focado na experiência, que busca conhecer a cidade a partir do olhar do morador. O Visite BH pode criar novas oportunidades com esses roteiros.

O projeto Visite Belo Horizonte – 300 anos de Minas foi realizado entre os dias 1º a 3 de outubro de 2020. O objetivo é ampliar a oferta de eventos e negócios na capital mineira e promover o networking do setor, demonstrando todo o potencial belo-horizontino com o diferencial e a hospitalidade mineira. O projeto envolveu várias instituições e parceiros locais, fomentando a economia e a gastronomia criativa da cidade.

Foram 15 convidados selecionados de 15 cidades-polo de Minas. Cada convidado recebeu um caixa de brindes dos parceiros do evento, em sua casa. Foram apresentadas nas lives 30 hotéis, 11 atrativos turísticos, 15 espaços para grandes eventos e 20 restaurantes tradicionais em festivais gastronômicos. Todas as apresentações vieram com explicações detalhadas. Outro resultado positivo foi a participação do público mineiro, nacional e internacional, envolvendo profissionais da Argentina, Portugal e Espanha, Estados Unidos, entre outros.

Belo Horizonte, com o reconhecimento pela Unesco como Cidade Criativa da Gastronomia, se destaca ainda mais por seu empreendedorismo, movimento, cozinha excepcional, herança cultural privilegiada, aquele famoso “jeito mineiro de ser”. Tudo isso é traduzido no Visite, que acontecerá de forma virtual, com o mesmo objetivo em que foi criado de promover o turismo na capital mineira.

Como nas edições anteriores, o projeto foi aberto ao público em geral e também direcionado a quinze convidados estratégicos elencados pelo BHC&VB. Com a criação do Programa Minas para Minas da Secult, os convidados serão agentes de viagens e organizadores de eventos das principais cidades-polo de Minas. As cidades convidadas serão Araxá, Barbacena, Caparaó, Cataguases, Caxambu, Divinópolis, Governador Valadares, Ipatinga, Juiz de Fora, Montes Claros, Paracatu, Poços de Caldas, Teófilo Otoni, Uberlândia e Varginha.

O Visite Belo Horizonte é realizado pelo Belo Horizonte Convention & Visitors Bureau, gestão da Espaço Ampliar, apoio da Frente da Gastronomia Mineira e da Abih-MG – Associação Brasileira da Industria de Hotéis de Minas Gerais e transmissão da Sete Promoções e Eventos.