COTAÇÃO DE 26/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6270

VENDA: R$5,6270

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6730

VENDA: R$5,8030

EURO

COMPRA: R$6,6420

VENDA: R$6,6450

OURO NY

U$1.792,47

OURO BM&F (g)

R$327,87 (g)

BOVESPA

-1,34

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Agronegócio

Brasil retoma exportações de produto à China

COMPARTILHE

Crédito: Calil Neto

São Paulo/Rio de Janeiro – O governo brasileiro anunciou ontem a retirada de uma suspensão temporária para empresas do País exportarem carne bovina à China, o que deverá permitir a retomada de embarques para o importante mercado. A suspensão foi imposta pelo próprio governo brasileiro no último dia 3, devido a um caso atípico da doença da vaca louca no Mato Grosso.

“Voltaremos a emitir os certificados sanitários normalmente e continuar com nossas exportações para o país asiático”, disse a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, em mensagem no Twitter.

PUBLICIDADE

A Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) esperava a liberação das exportações para o final deste mês. E a entidade avaliou ainda, anteriormente, que os negócios para a China voltariam com força, após embarques represados.

As compras chinesas de carnes estão fortes no momento em que o país asiático enfrenta as consequências da contaminação de suas criações de porcos pela peste suína africana.

A China e Hong Kong respondem por cerca de 40% das exportações do produto do Brasil, maior exportador global.

Protocolo bilateral – A ministra lembrou que a decisão do Ministério da Agricultura, no começo do mês, havia sido necessária para cumprir um protocolo bilateral acertado entre os países em 2015, que prevê suspensão temporária das importações de carne quando detectado caso atípico de vaca louca, doença formalmente conhecida como Encefalopatia Espongiforme Bovina.

Como o caso é atípico e não oferece riscos sanitários, a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) encerrou, no início do mês, o pedido de informações complementares ao Brasil sobre o assunto. (Reuters)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!