COTAÇÃO DE 13/05/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,0570

VENDA: R$5,0580

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1500

VENDA: R$5,2590

EURO

COMPRA: R$5,3163

VENDA: R$5,3179

OURO NY

U$1.810,48@

OURO BM&F (g)

R$303,69 (g)

BOVESPA

+1,17

POUPANÇA

0,6672%

OFERECIMENTO

Agronegócio

China reduz demanda e exportações de carne suína do Brasil recuam 7% no ano até abril

COMPARTILHE

Crédito: Divulgação

São Paulo – As exportações de carne suína do Brasil caíram 7% entre janeiro e abril, para 327,3 mil toneladas, disse a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) na sexta-feira (13), com recuo na demanda chinesa devido à recomposição do rebanho do país após efeitos da peste suína africana em anos anteriores.

A receita teve retração de 16,3%, para US$ 692 milhões neste ano, mostraram os dados que consideram embarques de produtos in natura e processados.

PUBLICIDADE




A China segue como principal destino das exportações realizadas no ano até abril, com 118,6 mil toneladas, mas o volume é 35% inferior ao adquirido no mesmo período de 2021.

Na segunda posição, Hong Kong reduziu as aquisições do quadrimestre em 34,8%, para 33,8 mil toneladas.

Por outro lado, os exportadores brasileiros estão buscando espaço em outros mercados, como Filipinas, que cresceu em 281,3% as aquisições da proteína suína para 23,2 mil toneladas.

“A China tem perdido parte de sua influência sobre o desempenho total das exportações, sendo substituída por outras nações da Ásia e América do Sul”, disse em nota o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

PUBLICIDADE




Segundo o levantamento, Cingapura atingiu 20,1 mil toneladas no acumulado do ano (+43,9%) e a Argentina também foi destaque com 18 mil toneladas (+83,1%).

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!