COTAÇÃO DE 19/01/2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4650

VENDA: R$5,4660

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5000

VENDA: R$5,6270

EURO

COMPRA: R$6,2355

VENDA: R$6,2384

OURO NY

U$1.842,40

OURO BM&F (g)

R$325,08 (g)

BOVESPA

+1,26

POUPANÇA

0,6324%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Agronegócio
" "
Cinco melhores queijos avaliados serão premiados em Uberlândia - Crédito: Divulgação/EMATER-MG

O 12º Concurso Estadual de Queijo Minas Artesanal será um dos destaques do Festival Minas a Queijo e Viola, entre 4 e 6 de outubro, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Para este ano, a organização do concurso optou por algumas mudanças. Serão premiados os cinco melhores queijos pelo corpo de jurados e o melhor queijo escolhido por um júri popular. A disputa acontece amanhã, no Parque de Exposições Camaru.

Quarenta queijos participarão do 12º Concurso Estadual de Queijo Minas Artesanal. A avaliação das iguarias segue critérios como, apresentação, cor, textura, consistência, paladar e olfato. A comissão julgadora é formada 11 profissionais ligados à área. Na primeira etapa, serão classificados os 10 melhores. Na segunda etapa, acontece escolha dos vencedores.

PUBLICIDADE




A seleção dos queijos que participam do concurso estadual aconteceu em disputas municipais e regionais. “Cada região caracterizada como produtora de Queijo Minas Artesanal classifica os cinco primeiros para o estadual. Além deles, convidamos outros cinco produtores que são regularizados e não estão inseridos nas regiões caracterizadas”, diz coordenador Técnico estadual da Emater-MG, Milton Nunes.

Júri popular – Os dez queijos classificados para a segunda fase do concurso também serão julgados por um júri popular. O público, sem ter conhecimento do resultado do júri técnico, poderá escolher o seu queijo preferido, que também será premiado.

“Isso dá oportunidade ao público presente de opinar e, ao mesmo tempo, conhecer o processo de julgamento, aprimorar seu paladar, adquirir critérios que poderão ser utilizados em seu dia a dia como consumidores”, afirma o coordenador da Emater-MG.

A iniciativa do 12º Concurso Estadual de Queijo Minas Artesanal é da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) com a parceria da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Instituto Mineiro Agropecuária (IMA), Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), prefeitura e do Sindicato Rural Uberlândia.




Já o festival Minas a Queijo e Viola é promovido pelo Sindicato Rural de Uberlândia e parceiros, com o objetivo de valorizar duas riquezas de estado; o queijo e a viola caipira. Além do Concurso do Queijo Minas Artesanal, o evento será marcado por uma extensão programação musical e culinária. A entrada é gratuita.

Artesanal – O governo estadual, por intermédio da Seapa, Emater-MG e o IMA desenvolve o programa do Queijo Minas Artesanal. O estado trabalha com número estimado de 30 mil produtores de queijos artesanais, sendo que, desse total, 9 mil são produtores de Queijo Minas Artesanal e estão nas sete regiões tradicionais, caracterizadas e reconhecidas. A produção aproximada dessas regiões é de 50 mil toneladas por ano.

Em 2018, foi desenvolvido um plano de ação para simplificar a metodologia para a regularização dos produtores de Queijo Minas Artesanal. A iniciativa foi uma parceria entre a Seapa, Emater-MG, Epamig e o IMA. (Agência Minas)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!