COTAÇÃO DE 21-01-2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4550

VENDA: R$5,4550

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4870

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,1717

VENDA: R$6,1729

OURO NY

U$1.829,52

OURO BM&F (g)

R$320,53 (g)

BOVESPA

-0,15

POUPANÇA

0,6107%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Agronegócio
" "
Crédito: Fulbra/Divulgação

Em Minas Gerais, o consumo de etanol hidratado continua em alta. De acordo com os dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em novembro, foram consumidos no Estado, 284,9 milhões de litros de etanol hidratado. No acumulado do ano até novembro, a demanda pelo biocombustível ficou 30,5% superior à registrada em igual período de 2018 e somou 2,88 bilhões de litros.

“Este foi o terceiro mês consecutivo que, em litragem, o etanol hidratado ultrapassou a gasolina C. A projeção é que, no Estado, em 2019, o consumo alcance 3,1 bilhões de litros de etanol, o que será recorde. Em 2018, encerramos com um consumo de 2,48 bilhões de litros e somente nos primeiros 11 meses de 2019 já registramos um volume de 2,88 bilhões de litros”, disse o presidente Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig), Mário Campos.

PUBLICIDADE




Com a demanda em alta, a produção mineira de etanol hidratado, em 2020, tende a crescer, impulsionada, principalmente, pela reativação das atividades de duas usinas no Estado, a CRV Industrial, em Capinópolis, e a Usina Canápolis, em Canápolis, ambas no Triângulo. Cada usina deve moer em torno de 800 mil a 900 mil toneladas de cana em 2020.

“Estamos com duas plantas para entrar em produção em 2020 e a expectativa é que a produção do biocombustível, no Estado, fique maior, alcançando o volume que foi consumido em 2019. Além da reativação das unidades, muitas empresas do setor estão investindo e a tendência é que a produção de etanol seja ampliada. Outro fator que deve contribuir para uma maior produção é o desenvolvimento da cana para a safra 2020/21, que até o momento, está favorável”, avalia.

No acumulado da safra 2019/20 de cana-de-açúcar, até 16 de dezembro, a produção em Minas Gerais totalizou 66,9 milhões de toneladas de cana esmagadas, 8% acima do volume registrado no mesmo período da safra 2018/19, quando haviam sido processadas 62,1 milhões de toneladas de cana.

A produção acumulada de açúcar totalizou 3,12 milhões de toneladas, um aumento de 3% em comparação com a safra passada. A produção total de etanol cresceu 11% em relação à safra anterior, com 3,5 bilhões de litros produzidos. A produção de etanol hidratado chegou a 2,5 bilhões de litros, alta de 6%. O mix da produção acumulado está mais alcooleiro, 65% contra 63% da safra anterior.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!