Crédito: Alisson J. Silva

Mapa lança plataforma de registro gratuito de máquinas

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) lançou, na sexta-feira (20), a Plataforma Digital de Registro e Gestão de Tratores e Equipamentos Agrícolas (ID Agro), que vai permitir o registro oficial de tratores e equipamentos agrícolas sem custo para o produtor rural. O sistema foi desenvolvido em parceira entre a Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do Mapa e o Instituto CNA (ICNA).

O registro vai permitir o trânsito de veículos em vias públicas, sem necessidade de licenciamento e emplacamento, além de facilitar a comercialização de tratores usados, o acesso ao crédito e as ações de segurança em relação a roubos e furtos.
A plataforma foi lançada em evento realizado na sede da CNA. A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) lembrou que o sistema foi implementado rapidamente pelo Mapa e pela CNA para adequar os equipamentos agrícolas à legislação de trânsito do Brasil. “São ferramentas como esta, simples, sem custo para o agricultor, mas de grande valia, que queremos ter cada vez mais em nossa agricultura, porque é isso que precisamos”, destacou.

Agricultura de precisão no foco de cooperação entre Brasil e Canadá

Uma das áreas mais promissoras e desafiadoras para o agro no que diz respeito ao alcance e ao potencial de aplicações, a agricultura de precisão e digital foi o tema de um workshop virtual realizado no dia 13 de novembro com especialistas da Embrapa e do Agriculture and Agri-Food Canada (AAFC).

O objetivo do encontro, articulado pelo coordenador do Labex EUA, Alexandre Varella, foi identificar prioridades de interesse comum, que direcionem os projetos de cooperação entre os dois países a partir do ano que vem. A apresentação oficial dos resultados para as diretorias das respectivas instituições está confirmada para 30 de novembro. O memorando de entendimento para a cooperação foi firmado em julho.

Este foi o segundo workshop da cooperação entre Embrapa e AAFC, sob a coordenação do Labex EUA. O anterior ocorreu em 28 e 29 de outubro, sobre biotecnologia agrícola, com foco em edição gênica de plantas e microrganismos. “Nosso papel foi intermediar o contato entre os grupos de pesquisa e contribuir com a organização do evento, criando oportunidade de aproximação com o AAFC, motivando propostas inovadoras de colaboração”, diz Varella.