COTAÇÃO DE 05/03/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6825

VENDA: R$5,6835

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6670

VENDA: R$5,8430

EURO

COMPRA: R$6,7719

VENDA: R$6,7732

OURO NY

U$1.698,69

OURO BM&F (g)

R$310,22 (g)

BOVESPA

+2,23

POUPANÇA

0,1159%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Agronegócio exclusivo

Projeto beneficia duas mil famílias em Minas

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Projeto beneficia duas mil famílias em Minas
Crédito: Divulgação / Emater-MG

Com investimentos em torno de R$ 7,2 milhões, está sendo desenvolvido em 100 municípios de Minas Gerais um projeto-piloto que beneficia 2 mil famílias de produtores rurais.

O convênio, firmado entre a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), tem o objetivo de levar assistência técnica às famílias e criar unidades de referência nos municípios, para que sejam feitos treinamentos e capacitação de produtores após a conclusão do projeto.

PUBLICIDADE

Segundo o coordenador estadual em Metodologia de Extensão Rural da Emater-MG e gestor do projeto-piloto Anater e Emater-MG, Ademar Pires, o convênio entre as entidades  foi assinado em 2017 e as ações iniciadas em 2018. A conclusão do projeto está prevista para este ano.

O programa leva a 2 mil famílias de agricultores familiares a assistência técnica e extensão rural com o intuito de desenvolver e estruturar as unidades produtivas.  As ações são implementadas com os recursos provenientes da Anater, R$ 6,1 milhões, e da Emater-MG, R$ 1,1 milhão.

Ao longo de três anos, as famílias recebem, em média, seis assistências técnicas e participam de três cursos por município. Além disso, há eventos coletivos, como palestras, dias de campo, excursões, cursos e reuniões.

A unidade produtora que participa do projeto passa por avaliações no início, no meio e no final do programa. São feitos diagnósticos e elaborados planos de trabalho para cada família, chamada projeto produtivo. As ações de trabalho estão agrupadas em sete atividades: horticultura, agroindústria, bovinocultura de corte e de leite, pequenos animais, culturas (feijão, milho, mandioca), fruticultura e olericultura.

“O diagnóstico avalia quatro indicadores: social, econômico, ambiental e de inovação. Nas unidades onde estamos atuando, o retorno tem sido positivo. O grande diferencial do projeto é a assistência e o atendimento continuado à família. São trabalhados objetivos e estipuladas metas, e isso favorece a visualização de resultados pela família atendida”, explicou Pires.

Unidades de Referência – Um avanço que ocorreu no projeto é a agregação de parceiros, como as entidades de pesquisas e de ensino que estão em torno dos municípios atendidos. O trabalho em conjunto vem sendo desenvolvido nas Unidades de Referência (UR), que foram criadas em cada município beneficiado, sendo uma em cada cidade. A expectativa é de que esse espaço sirva de referência para pelo menos 20 produtores de cada município.

“O objetivo é desenvolver um trabalho em conjunto entre o produtor, a extensão rural e a pesquisa e o ensino, para identificar a melhor atuação na propriedade, para que ela sirva de referência para outros agricultores na comunidade, no município e no Estado. Isto é um embrião para que possamos criar uma rede de unidades referências em Minas Gerais a partir destas selecionadas pelo projeto”, destacou.

Ainda segundo Pires, mesmo concluindo o projeto este ano, estima-se que a criação de novas unidades de referência continue, unindo produtores, academia e extensão.

“Nestas unidades de referência, a ideia é que se use para visitas técnicas, dias de campos e excursões, fazendo com que os agricultores amadureçam na atividade e busquem o aprimoramento da atividade agrícola e pecuária”, disse.

Dentre os resultados alcançados com a assistência contínua estão a melhoria na gestão, o melhor uso dos recursos, a agregação de valor, ganhos em produtividade e aumento da renda.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente