Região mineira quer aproveitar clima favorável para se consolidar na produção de azeitonas | Crédito: IMA/Divulgação Usada em 13-08-19 Usada em 13-08-19

A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) desenvolve um projeto para ampliar o cultivo de uvas e azeitonas no município de Diamantina. A demanda surgiu da Associação de Viticultores e Olivicultores de Diamantina e Alto Jequitinhonha (Avodaj), que também visa a melhorias no sistema produtivo da região.

O cultivo de uvas viníferas em Diamantina e no Alto Jequitinhonha teve início em 2005, com a implantação de vinhedos de uvas Syrah para condução em manejo sob dupla poda, técnica desenvolvida pela Epamig, que desloca o período de colheita das uvas para o inverno.

O bom desenvolvimento das plantas e a qualidade dos vinhos atraíram novos produtores. Hoje, a associação conta com dez vitivinicultores associados e uma área geral com 52 mil plantas de diferentes cultivares.

Os produtores também se interessaram pelo cultivo das azeitonas, porém a olivicultura na região ainda não está consolidada.

“Diamantina está entre as dez cidades mais altas de Minas, o que faz com que o clima seja favorável para o cultivo das azeitonas. Assim, o projeto visa a desenvolver e adaptar tecnologias já empregadas, avaliar e selecionar cultivares adaptadas e caracterizar a produção e qualidade do azeite produzido na região, garantindo segurança e confiança aos que desejarem iniciar na atividade”, ressalta Luiz Fernando de Oliveira, coordenador do Programa Estadual de Pesquisa em Olivicultura da Epamig.

As ações do projeto consistem na realização de visitas para efetuar diagnósticos e trabalhar as demandas específicas dos produtores, mas, em decorrência da pandemia de Covid-19, os acompanhamentos estão sendo realizados virtualmente.

“Recebemos vídeos dos produtores relatando suas principais demandas sobre o cultivo da uva e a vinificação. Como não está sendo possível o deslocamento dos técnicos da região para capacitação em nossos campos experimentais, estamos gravando vídeos dos manejos em nossos vinhedos e orientando os produtores. Faremos o mesmo para a produção de vinhos, manejo dos olivais e processamento do azeite”, explica Beatriz Cordenonsi, chefe do Departamento de Pesquisas da Epamig.

Webinar – Um webinar com foco na difusão das tecnologias utilizadas pela Epamig no cultivo de uvas e azeitonas será realizado, em breve, como forma de treinamento para extensionistas da Emater-MG e demais interessados.

Após o término do período de isolamento social, os técnicos serão recebidos nas unidades da Epamig em Caldas e Maria da Fé. O projeto envolve a Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), onde será instalada uma unidade demonstrativa de oliveiras. Outra unidade também será instalada em Maria da Fé. (Com informações da Epamig)