COTAÇÃO DE 24/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,3430

VENDA: R$5,3440

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3800

VENDA: R$5,5030

EURO

COMPRA: R$6,2581

VENDA: R$6,2594

OURO NY

U$1.750,87

OURO BM&F (g)

R$301,00 (g)

BOVESPA

-0,69

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Agronegócio

Safra mineira de algodão em pluma pode atingir 67,3% de crescimento

COMPARTILHE

Área de algodão cultivada em Minas foi ampliada, passando de 25,23 mil hectares para 42,8 mil hectares - Créditos: Divulgação

Minas Gerais deve encerrar a safra 2018/19 como o terceiro maior produtor de algodão do País. Somente neste período produtivo, a expectativa é de um incremento de 67,3% na produção, que somará 73,2 mil toneladas de algodão em pluma.

Os investimentos em tecnologias, os preços remuneradores praticados no mercado e o Programa Mineiro de Incentivo à Cultura do Algodão (Proalminas), que paga um valor acima do mercado pela pluma comercializada com as indústrias têxteis locais, são fatores que vêm estimulando o aumento da produção de algodão em plumas no Estado.

PUBLICIDADE

A colheita da safra atual já foi iniciada no Norte de Minas, onde predomina a produção familiar. A expectativa é de que, nas demais áreas, a colheita comece no próximo mês.

De acordo com a Associação Mineira dos Produtores de Algodão (Amipa), caso a estimativa de produção se confirme, Minas Gerais irá superar a produção dos estados de Goiás e Mato Grosso do Sul, subindo da quinta para a terceira colocação no ranking dos maiores produtores de algodão em pluma do País, atrás apenas dos estados do Mato Grosso e da Bahia.

Além da expectativa de aumento na produção do algodão em Minas Gerais, de acordo com dados da Amipa, a área cultivada também foi ampliada, passando de 25,23 mil hectares para 42,8 mil hectares, aumento de 69,6%.

“Estamos registrando mais um incremento na produção e na área de algodão em pluma em Minas Gerais. O Proalminas, que é o programa de incentivo, tem um papel fundamental no aumento da produção estadual. Nos últimos três a quatro anos, começamos um trabalho muito forte na divulgação do Proalminas e isso foi fundamental para estimular o plantio. O que segura o algodão em Minas, tanto a indústria como a produção, é o programa, que é sólido e garante a segurança para o produtor que quer investir no plantio do algodão”, explicou o diretor-executivo da Amipa, Lício Pena.

Mercado favorável – Na safra atual, os produtores seguem otimistas em relação ao mercado e ao plantio do algodão. Um dos motivos é o consumo do parque têxtil instalado no Estado, que gira em torno de 100 mil toneladas de algodão em pluma ao ano, volume que é superior à produção mineira.

Ao comercializar a produção através do Proalminas, o produtor recebe um valor 7,85% superior à cotação registrada no Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). A indústria local que adquire o algodão mineiro tem como benefício a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS).

Atualmente, no Estado, a arroba de algodão em pluma é negociada a R$ 100, valor que é considerado remunerador. O custo de produção é alto e está próximo a R$ 1,5 mil por hectare. Mesmo com os custos elevados, as tecnologias utilizadas no campo contribuem para uma maior produtividade, o que é fundamental para garantir a lucratividade com a cultura.

Outro programa que vem contribuindo para a expansão da produção é o cultivo do algodão nas áreas semiáridas. A Amipa, desde 2007, desenvolve “Projeto de Retomada do Algodão no Norte de Minas”.

O projeto foi iniciado com seis produtores e hoje são 128 agricultores familiares. Com programas voltados para a convivência com a seca, foi possível ampliar a produtividade média dos produtores envolvidos no projeto, passando de 30 arrobas por hectare para 230 arrobas por hectare.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!