Cotação de 03/08/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1920

VENDA: R$5,1930

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1930

VENDA: R$5,3470

EURO

COMPRA: R$6,2205

VENDA: R$6,2217

OURO NY

U$1.810,36

OURO BM&F (g)

R$305,16 (g)

BOVESPA

+0,87

POUPANÇA

0,2446%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Agronegócio

Faturamento bruto do agronegócio mineiro pode cair 0,37% em 2021

COMPARTILHE

O VBP do café em MG foi estimado em R$ 15,4 bilhões em 2021, um recuo de 32% | Crédito: Amanda Perobelli/Reuters

Após registrar recorde no faturamento bruto da produção agrícola e pecuária em 2020, Minas Gerais caminha para uma redução de 0,37% no Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) neste ano.

O faturamento, dentro da porteira, foi estimado, com base nos dados até março, em R$ 103,36 bilhões. O resultado negativo vem da queda prevista para produtos com grande participação, como o café e o leite. Ao contrário destes produtos, a soja tende a apresentar um faturamento 31,31% maior e somando R$ 19,31 bilhões.

PUBLICIDADE

Conforme dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o valor bruto das lavouras mineiras, que responde por 63% do total, está projetado em R$ 65,17 bilhões, representando uma queda de 1,18% sobre os R$ 65,95 bilhões registrados em 2020.

Dentre os produtos, a maior queda é vista na produção de café. O faturamento dentro da porteira foi estimado em R$ 15,4 bilhões e está 32% menor que o registrado anteriormente. A forte retração é resultado de uma safra menor.

Em ano de bienalidade negativa e de impactos nas lavouras do grão, conforme os dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a safra em Minas será de 36,1% a 42,8% menor em relação ao ciclo anterior, com a produção variando entre 19,8 milhões de sacas de 60 quilos e 22,1 milhões de sacas de café beneficiado.

Dentre as espécies, para o café arábica, a tendência é de redução de 32,2% no Valor Bruto da Produção Agropecuária, que foi estimado em R$ 15,29 bilhões. No café conilon, o VBP projetado para 2021 é de R$ 128,9 milhões, valor 12,9% inferior.

Por outro lado, a queda no Valor Bruto da Produção Agropecuária total de Minas foi minimizada pelo bom desempenho da soja. Com preços altos e demanda elevada nos mercados internos e externos, a produção foi ampliada em Minas. Tudo isso contribuiu para um aumento de 31,31% no VBP da oleaginosa, que pode alcançar R$ 19,31 bilhões.

Somente na safra 2020/21 de soja, Minas deve produzir cerca de 7 milhões de toneladas, avanço de 13,8%. Caso alcançado, o volume será recorde

Projeção para este ano é de R$ 103,36 bilhões, puxada por quedas na produção de leite e café; soja segue na contramão

Assim como na soja, a produção maior e os preços valorizados também impulsionaram os resultados do milho. A projeção é de um Valor Bruto da Produção Agropecuária para a cultura 29,88% maior, alcançando R$ 10,7 bilhões. 

Já no caso da cana-de-açúcar é esperada queda de 1,7% no valor bruto, com faturamento girando em torno de R$ 8,7 bilhões. O faturamento da produção de feijão foi estimado em R$ 2,7 bilhões, variação negativa de 4,72%. E para a laranja, o VBP de 2021, ficou estimado em R$ 616 milhões, queda de 8,25%.

VBP Pecuária 

O faturamento bruto da pecuária, em Minas Gerais, foi estimado em R$ 38,18 bilhões, representando um aumento de 1,05% frente a 2020, quando o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) chegou a R$ 37 bilhões. 

A alta teve como estímulo a produção de bovinos. De acordo com o Mapa, o faturamento bruto para 2021 foi estimado em R$ 13,38 bilhões, alta de 10,34% frente a 2020, quando o valor era de R$ 12,13 bilhões.

Para o leite, a previsão é de um VBP em torno de R$ 13,07 bilhões, retração de 6,13% quando comparado com os R$ 13,9 bilhões registrados em 2020. Além da queda de preços, o aumento dos custos vem desestimulando a atividade em Minas. 

Em relação à produção de frangos, é esperado um faturamento 2,88% superior, chegando a R$ 6,86 bilhões, enquanto em suínos e ovos, a tendência é de queda. No caso dos suínos o VBP deve alcançar R$ 3,38 bilhões, baixa de 3,3%. Em ovos, a redução estimada é de 4,9%, com a produção avaliada em R$ 1,4 bilhão.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!