Cotação de 03/08/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1920

VENDA: R$5,1930

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1930

VENDA: R$5,3470

EURO

COMPRA: R$6,2205

VENDA: R$6,2217

OURO NY

U$1.810,36

OURO BM&F (g)

R$305,16 (g)

BOVESPA

+0,87

POUPANÇA

0,2446%%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Coronavírus

Agências dos EUA pedem pausa em aplicação de vacina da Johnson & Johnson

COMPARTILHE

POR

vacina Covid-19
Crédito: Dado Ruvic/Reuters

Agências federais de saúde dos Estados Unidos recomendaram, nesta terça-feira, uma pausa na aplicação da vacina contra Covid-19 da Johnson & Johnson, depois de seis pessoas que a receberam desenvolverem um distúrbio raro envolvendo coágulos sanguíneos, em mais um revés global no combate à pandemia.

A medida vem menos de uma semana depois de reguladores europeus afirmarem que encontraram uma possível relação entre a vacina contra Covid-19 da AstraZeneca e um problema raro de coágulos sanguíneos que levou a um pequeno número de mortes.

PUBLICIDADE

A vacina de dose única da Johnson & Johnson – a maioria das vacinas contra Covid-19 é aplicada em duas doses – e o imunizante de baixo custo da AstraZeneca são vistos como ferramentas vitais contra uma pandemia que já causou mais de 3 milhões de mortes.

O Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC) realizará uma reunião, na quarta-feira, para analisar os casos relacionados à vacina da J&J, e a agência reguladora Foods and Drugs Administration (FDA) revisará a análise, disseram os dois órgãos em um comunicado conjunto.

Ocorrências

As seis pessoas que receberam a vacina e desenvolveram o distúrbio raro são mulheres de entre 18 e 48 anos, e os sintomas aconteceram entre seis e 13 dias após a aplicação.

Nos casos, um tipo de coágulo sanguíneo chamado trombose de seios venosos cerebrais foi detectado em combinação com baixo nível de plaquetas sanguíneas.

O CDC e a FDA disseram que os eventos adversos parecem ser extremamente raros.

A J&J disse estar trabalhando próxima dos reguladores e afirmou que nenhuma relação causal clara foi estabelecida entre os eventos e a vacina, feita por sua unidade farmacêutica Janssen.

Uma mulher morreu e uma segunda, no Estado do Nebraska, foi hospitalizada em estado grave, disse o jornal The New York Times citando autoridades.

Até o dia 12 de abril, mais de 6,8 milhões de doses da vacina da J&J foram aplicadas nos Estados Unidos.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!