COTAÇÃO DE 02/08/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,1650

VENDA: R$5,1650

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1700

VENDA: R$5,3200

EURO

COMPRA: R$6,0990

VENDA: R$6,1002

OURO NY

U$1.813,45

OURO BM&F (g)

R$299,72 (g)

BOVESPA

+0,59

POUPANÇA

0,2446%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia
Ao todo, serão mais de R$ 700 milhões dedicados para a fábrica de latas e tampas nos próximos três anos - CRÉDITO: AGENCIA i7

Sete Lagoas – A Cervejaria Ambev anunciou o início das obras para construção de sua primeira fábrica de latas e a primeira da indústria de bebidas no Brasil. Localizada em Sete Lagoas, ao lado da cervejaria que leva o nome da cidade, a obra será concluída em 2020 e irá abastecer, inicialmente, a demanda das cervejarias de Sete Lagoas e Juatuba, em Minas Gerais, e parte das operações da região Sudeste.

Com uma área construída de 45 mil metros quadrados, a nova fábrica abrigará duas linhas de produção de latas, uma linha de produção de tampas e funcionará com energia 100% renovável.

PUBLICIDADE

O novo investimento vem somar a um histórico de aportes feitos em Minas Gerais. Nos últimos cinco anos, a Cervejaria Ambev destinou R$ 2,2 bilhões ao Estado, nas operações que possui em Uberlândia, Juatuba e Sete Lagoas, além de centros de distribuição em solo mineiro.

E, nos próximos três anos, mais de R$ 700 milhões serão dedicados à construção da fábrica de latas e tampas, que permitirá à cervejaria levar aos mineiros uma bebida produzida desde a receita até a embalagem 100% em Minas Gerais.

“Estamos muito felizes em anunciar o início da construção da primeira fábrica de latas de uma empresa de bebidas do Brasil, que irá abastecer inicialmente as nossas operações do Sudeste. Essa iniciativa vai nos ajudar a entregar o volume crescente no Brasil”, comenta o presidente da Cervejaria Ambev, Bernardo Paiva.

A empresa gera atualmente 98 mil empregos diretos, indiretos e induzidos em Minas Gerais. No pico do período de obras da nova fábrica, serão criados 600 empregos temporários na região. E, no momento de sua operação, outros 350 empregos entre diretos e indiretos serão gerados.

Projetos socioambientais – A unidade de Sete Lagoas da cervejaria é referência no consumo sustentável de água, utilizando 2,52 litros para cada 1 litro de cerveja produzido. Para se ter uma ideia, a média de todas as unidades no País é de 2,86 litros de água para cada litro de cerveja, índice recorde atingido em 2018.

Já a usina solar de Uberlândia, que deve entrar em funcionamento ainda este ano, por exemplo, será responsável por garantir que quase 2 mil toneladas de CO2 deixem de ser emitidas na região. O projeto Bacias, em parceria com a WWF Brasil, promove a recuperação ambiental da bacia do Ribeirão Jequitibá, ao recuperar hectares da mata local, melhorar a qualidade da água e diminuir o risco de indisponibilidade hídrica na região. (Da Redação).

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!