COTAÇÃO DE 24/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,3430

VENDA: R$5,3440

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3800

VENDA: R$5,5030

EURO

COMPRA: R$6,2581

VENDA: R$6,2594

OURO NY

U$1.750,87

OURO BM&F (g)

R$301,00 (g)

BOVESPA

-0,69

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia zCapa
Crédito: DIVULGAÇÃO-Agência RMBH

A Amerisolar Brasil, fabricante de painéis de energia solar, assinou contrato e vai ser a segunda empresa a instalar uma unidade fabril no primeiro Aeroporto Industrial do Brasil, administrado pela BH Airport, concessionária responsável pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Antes mesmo de iniciar as operações, os planos são de expansão da unidade, uma vez que o mercado de energia solar vem crescendo expressivamente.

A projeção é de iniciar a produção em março de 2021. Com capacidade produtiva de 30 mil painéis fotovoltaicos por mês, a Amerisolar Brasil exportará cerca de 50% do volume fabricado. O valor de investimento na unidade não foi divulgado.

PUBLICIDADE

O CEO da Amerisolar Brasil, Gustavo Henrique de Almeida, explica que a unidade a ser instalada no Aeroporto Industrial é a sexta do grupo no mundo, depois de Austrália, China, Coreia do Sul, Estados Unidos e Camboja. Com a capacidade da linha de produção, a empresa deve promover uma geração de negócios na casa de R$ 100 milhões ao ano.

Com demanda crescente e uma tendência mundial de investir na produção de energia limpa e renovável, as estimativas em relação ao desempenho da indústria em Minas Gerais são positivas e já existe plano de expansão da fábrica. “Nós podemos ampliar esta linha de produção e, inclusive, já há intenção manifestada de maneira formal junto a BH Airport para uma ampliação já no próximo ano”.

Segundo a BH Airport, inicialmente, a Amerisolar Brasil irá ocupar um módulo provisório do Aeroporto Industrial localizado ao lado do Terminal de Cargas. No entanto, a empresa já tem planos de ocupar uma área quatro vezes maior que a atual, no galpão de expansão previsto para a segunda fase do empreendimento.

Além de atender à demanda do mercado interno, a expectativa é de exportar para países da América Latina, com destaque para o México, Argentina, Peru, Chile e Colômbia, e também para os Estados Unidos.

Vantagens – Almeida explica que os diferenciais competitivos foram fundamentais para a decisão de instalar a unidade no Aeroporto Industrial.

“Estarmos em uma zona alfandegada significa que nosso custo operacional será bem menor, decorrente de isenção tributária. A segunda vantagem é que temos uma redução dos custos operacionais em razão da logística, pelo fato de termos produção em território nacional e podermos abastecer o nosso mercado de maneira rápida e eficaz. O terceiro ponto é a possibilidade de exportar os equipamentos produzidos nesta zona alfandegada sem nenhum tipo de tributação para países da América Latina e Estados Unidos”, disse.

O secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Fernando Passalio, destacou que o Estado tem o primeiro e único aeroporto industrial do País. O complexo gera uma expectativa e o adensamento de indústrias para trabalharem o comércio externo e abastecer o mercado interno, promovendo também a diversificação das atividades, geração de renda e empregos.

“Estamos trabalhando para o desenvolvimento de Minas. A vinda da Amerisolar Brasil para nosso Estado representa muito para nós. Minas, que, por muitos anos, foi reconhecido como estado da mineração, hoje, é também o Estado da geração de energia renovável. Ter uma empresa de fabricação de componentes para essa indústria é motivo de orgulho”, concluiu.

Empreendimento fomenta a diversificação

O Aeroporto Industrial é visto como uma importante ferramenta para a diversificação da economia mineira e para a atração de empresas para o Estado. De acordo com o secretário-adjunto de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Fernando Passalio, o governo tem trabalhado para atrair novos empreendimentos.

“Em 2019, nós atraímos R$ 56 bilhões em investimentos. Em 2020, entramos com a meta de R$ 30 bilhões e fechamos outubro com R$ 22,5 bilhões atraídos em investimentos. Nós estamos trabalhando e precisamos apoiar a BH Airport na estruturação do aeroporto industrial. Quanto mais empresas se instalarem, mais estrutura estatal será necessária para que os desembaraços sejam feitos na mesma velocidade em que as operações industriais serão realizadas”, destacou.

Ele ressaltou ainda que o governo está trabalhando em um projeto tributário para tornar os combustíveis para aviação mais competitivos, tornando os voos nacionais e internacionais de cargas e passageiros mais atrativos. “É um projeto que o governador está acompanhando de perto e que vamos atingir a meta, proporcionando um ambiente mais pujante”.

De acordo com o gestor executivo de Soluções Logísticas da BH Airport, Rafael Laranjeira, as negociações para a instalação de novas empresas no Aeroporto Industrial estão avançando.

“Nós estamos na fase de qualificação e um pouco mais avançado nas negociações com três empresas. O anúncio deve ocorrer no primeiro trimestre de 2021 e o início de operações, possivelmente, deve ocorrer no final do ano que vem e início de 2022. As empresas com as quais estamos negociando são de setores diversos, incluindo o de eletroeletrônicos e de ciências da vida”.

O Aeroporto Industrial conta com uma área disponível de 750 mil metros quadrados. Há uma expectativa de atração de cerca de 250 empresas, ao longo dos próximos anos, o que tende a gerar milhares de empregos e renda. O projeto tem potencial para receber investimentos privados da ordem de R$ 3,5 bilhões.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!