Inter espera, com aquisição, permitir a clientes acesso ao ecossistema também com cartões de outros bancos | Crédito: Divulgação

O Banco Inter firmou acordo para a aquisição de 45% da Granito, empresa especializada em meios de pagamento, e irá ingressar no mercado de adquirência. A expectativa, caso a negociação seja aprovada pelos órgãos regulatórios, é ampliar os serviços oferecidos às empresas clientes. O acordo prevê que o Inter realizará um aporte de R$ 90 milhões na companhia.

Ao deter 45% do capital social da empresa, o Inter passará a ser sócio do Banco BMG, que também terá 45% de participação, e dos executivos da Granito, que terão os 10% restantes.

De acordo com o diretor de Conta Digital e Meios de Pagamento do Inter, Ray Chalub, o Inter, que atende mais de 600 mil empresas e oito milhões de clientes, tem a estratégia de atuar como ecossistema para atender todos os interesses dos clientes, sejam pessoas físicas ou jurídicas, por isso, a ampliação dos serviços oferecidos é importante.

“A gente entende que a participação no mercado de adquirência, na captura de transações de cartão de crédito, é um pilar importante. Por essa razão, nós decidimos nos movimentar nesse mercado. Essa movimentação se deu através da aquisição de 45% da empresa Granito. Nós fizemos essa aquisição devido ao posicionamento único e tecnológico que essa empresa tem em relação a ter desenvolvido, de ponta a ponta, todo o processo tecnológico de captura dentro de casa”, destaca.

Ainda segundo Chalub, o plano do Inter é manter o corpo gerencial e os fundadores na empresa. Com um amplo banco de clientes, oferecer as soluções de adquirência tornará os serviços muito mais completos.

“Além de uma plataforma de serviços com conta corrente, serviços de cobrança, domicílio bancários, seguros e shopping, nós agora passamos a oferecer serviços de adquirência para estas empresas. As expectativas são muito positivas”, afirma.

O Inter tem a estratégia de atender as quase 8 bilhões de pessoas do planeta Terra e o trabalho começa com a intenção de atender os mais de 200 milhões de brasileiros. Para ampliar a atuação, a entidade financeira está abrindo o aplicativo também para não correntistas.

“Com a Granito, vamos permitir que os clientes coloquem os cartões de outros bancos para transacionar no ecossistema do Inter, podendo comprar seguros, utilizar shopping e, no futuro, fazer investimentos. Isso amplia as possibilidades dos nossos clientes utilizarem o ecossistema sem ser correntistas. É um pilar importante do nosso projeto de atender todos os brasileiros, independentemente de terem conta corrente ou não no Inter”, diz Chalub.

Granito – De acordo com o CEO da Granito, Rodrigo Luiz Fundada, a empresa vem crescendo significativamente. Comparando outubro com janeiro, por exemplo, em relação ao share, a empresa está duas vezes maior. A expectativa é continuar crescendo, principalmente com a formalização de negócios com o Inter.

Até o início do ano, a Granito atuava junto ao BMG, no modelo de transações presenciais, com consultor na ponta, credenciando, com chip, senha e máquina de cartão. Há dois meses, foi lançada a conta digital para pessoas jurídicas, completando o modelo físico e oferecendo uma proposta completa para o cliente, modelo que continuará sendo desenvolvido junto com o BMG. Com a formalização de negócios com o Inter, haverá uma nova expansão da atuação.

“O Inter agrega algo que não tínhamos: a expertise e a área puramente digital, e-commerce e marketing place. Passamos a ser um adquirente mais completo porque vamos explorar meios puramente digitais. A gente vai explorar junto com o Inter a base de clientes. Vamos ter uma atuação muito maior”, destaca.