Crédito: Cemig Divulgação

A Cemig SIM, empresa do grupo Cemig focada em energia solar por assinatura e soluções em energia, agora mira mais um negócio: a implantação de usinas solares para empreendimentos. Empresas que adotam essa estratégia, afirma a companhia, podem ter uma redução de até 95% com tarifas de energia elétrica.

Conforme destaca o executivo de soluções em energia da Cemig SIM, Willian Souza, organizações que se encaixam na classificação média tensão e consomem cerca de 100 kWh a 120 kWh hora/pico fazem um investimento de aproximadamente R$ 400 mil a R$ 500 mil.

O executivo lembra que logo na implantação já há a redução no custo de energia e, em cinco anos, o retorno total do que foi pago – um período curto, avalia, levando em consideração que a vida útil dos módulos fotovoltaicos chega a 25 anos.

O tempo de implementação do serviço é de quatro a seis meses. Chamado de minigeração ou microgeração, o modelo torna possível ao usuário contar com uma central geradora por meio da utilização de fontes renováveis.

“Para isso, a empresa tem investido bastante em seu corpo técnico, em um alto nível de qualificação dos profissionais, em conhecimento e em ferramentas”, conta o executivo de soluções em energia da Cemig SIM.

De acordo com Souza, o recurso é de grande valia para as empresas que são o público-alvo do negócio, como grandes padarias, supermercados, clínicas e pequenas e médias indústrias.

“É uma grande oportunidade para o cliente, que consegue uma redução nas tarifas de energia elétrica e uma economia mais equilibrada para a empresa. A energia, em várias atividades, é preponderante em relação aos custos”, avalia o executivo de soluções em energia da Cemig SIM.

Planos – Criada no ano passado, a Cemig SIM tem feito várias apostas no Estado. Para se ter uma ideia, até o fim deste ano, deverá somar R$ 600 milhões em investimentos em 32 usinas solares fotovoltaicas.

“Até o ano de 2024, pretendemos ser o maior player do mercado de fornecimento de usinas fotovoltaicas em Minas Gerais”, afirma.

A Cemig SIM também tem focado em outros projetos.Conforme ressalta Willian Souza, um deles é a gestão energética para pequenas indústrias e comércio, que não conhecem bem o que consomem em termos de energia. Por meio da tecnologia, terão a oportunidade de medir as cargas principais do empreendimento e controlar melhor o consumo, trazendo mais eficiência para a empresa.

Outro projeto é o de mobilidade elétrica, com a Fiemg Lab. Trata-se de um serviço de compartilhamento de veículos elétricos, que deverá ser implantado em Belo Horizonte ainda neste ano e, posteriormente, poderá ser expandido para outros locais.

Os planos incluem também carregadores elétricos espalhados pela cidade, eletropostos em rodovias e plataformas digitais para quem quiser desfrutar o serviço.