COTAÇÃO DE 18/06/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,0680

VENDA: R$5,0690

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,0370

VENDA: R$5,2330

EURO

COMPRA: R$5,9716

VENDA: R$5,9733

OURO NY

U$1.764,31

OURO BM&F (g)

R$286,98 (g)

BOVESPA

+0,27

POUPANÇA

0,2446%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia zCapa
Crédito: Reprodução

Parceria firmada entre o América Futebol Clube e a MRV Engenharia e Participações vai, enfim, viabilizar o início da ampliação do Centro de Treinamentos (CT) Lanna Drumond, batizada de “Planeta América”.

Quando lançada, no início do ano passado, a modernização tinha obras previstas para o fim de 2018 e o primeiro semestre de 2019, o que não ocorreu. O valor estimado do projeto, que deve durar em torno de três anos, é de R$ 30 milhões e vai praticamente dobrar a área disponível.

PUBLICIDADE

De acordo com o membro do Conselho de Administração do América, Marco Antônio Batista, a parceria com a MRV já está fechada e o contrato deverá ser celebrado ainda neste mês. Trata-se de uma permuta de áreas no entorno do atual CT na qual o clube cedeu 40 mil metros quadrados de sua área à construtora, recebendo de volta 30 mil metros quadrados. Pela diferença, o América receberá R$ 6 milhões.

“A parceria é estratégica tanto para o clube quanto para a construtora, pois o América contará com uma área mais adequada ao projeto de ampliação do CT, ao mesmo tempo em que receberá um aporte inicial para as obras. Por outro lado, a MRV receberá um terreno que também se encaixa em seus projetos imobiliários”, ressaltou.

Ainda conforme Batista, depois de assinado o contrato, o conselho irá estabelecer um fluxo de caixa de repasse dos R$ 6 milhões para iniciar as obras do que ele chamou de primeira fase: contemplando a terraplanagem e execução de pelo menos quatro campos de futebol. O prazo de execução estimado é de 12 a 18 meses.

“Já temos projetos arquitetônico e de instalações concluídos, assim como projetos executivos em execução. As obras deverão ter início entre o fim deste ano e começo de 2020, a depender do período chuvoso”, revelou, destacando que, paralelamente às obras, o CT continuará funcionando com atividades diárias para a equipe profissional e as categorias de base.

O projeto final contempla 10 campos profissionais, sala de imprensa, hotel, alojamentos para a base, vestiários para o profissional, base e visitantes, núcleo social, prédio principal, área de convívio, refeitório integrado e outras estruturas. Já a área do centro de treinamento saltará dos atuais cerca de 80 mil metros quadrados para 160 mil metros quadrados.

Ao todo serão três fases. Os recursos a serem investidos nas demais etapas, conforme o membro do Conselho de Administração do América, virão de diferentes frentes como compensações financeiras por unidades comercializadas em outro projeto em parceria com a MRV, a exemplo do que ocorreu com o clube de lazer, no bairro Ouro Preto. Outras estratégias estão sendo desenhadas.

Já a MRV, por nota, confirmou que está adquirindo parte do terreno do clube em que está localizado o CT Lanna Drumond, no bairro Tijuco, em Contagem. A empresa informou ainda que a parceria já vinha sendo negociada há alguns meses e está se consolidando. “Os projetos estão em desenvolvimento, mas podemos adiantar que serão produtos residenciais com a qualidade da empresa, agregando valor para toda a região”.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!