COTAÇÃO DE 21-01-2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4550

VENDA: R$5,4550

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4870

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,1717

VENDA: R$6,1729

OURO NY

U$1.829,52

OURO BM&F (g)

R$320,53 (g)

BOVESPA

-0,15

POUPANÇA

0,6107%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia
" "
A Copasa investirá os recursos em ações nos 27 municípios na sua área de cobertura - FOTO: DIVULGAÇÃO

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) está apostando em diferentes tipos de operações de crédito para sustentar seu plano de investimentos. Desta vez, a estatal programa fazer sua 14ª emissão de debêntures para levantar até R$ 350 milhões. Os recursos serão destinados à execução de parte do programa de aportes da companhia. 

Conforme comunicado feito ao mercado, ontem, a administração da companhia já encaminhou a proposta detalhando a operação para aprovação em Assembleia Geral Extraordinária (AGE), a ser realizada no dia 8 de fevereiro. No documento, a companhia detalha que a emissão pode ser feita em duas séries. A primeira deve ser no valor de R$ 200 milhões e, a segunda, de R$ 150 milhões. 

PUBLICIDADE




Ao todo, a previsão é de que sejam emitidas 350 mil debêntures, com valor unitário de R$ 1 mil. As debêntures serão simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária para distribuição pública. A companhia explicou que a operação se tornou necessária para complementar os recursos que serão aplicados no Programa de Investimentos e garantir a execução dos aportes do plano. 

Em dezembro, em outra operação para sustentar seu pacote de investimentos, a Copasa fechou empréstimo de longo prazo de 80 milhões de euros (cerca de R$ 340 milhões, na cotação atual) com o Banco Alemão de Desenvolvimento (KfW). Com mais uma contrapartida de 20% da estatal (16 milhões de euros), a companhia garantiu investimentos de 96 milhões no Programa de Proteção Ambiental em Municípios. 

Segundo já informado, a Copasa investirá esses recursos em ações de saneamento em 27 municípios na sua área de cobertura. Os investimentos contemplam eficiência energética, melhorias em estações de tratamento de esgoto e ampliação de sistemas de esgotamento sanitário em cidades de pequeno e médio porte. 

Balanço – No último balanço divulgado pela companhia, referente ao terceiro trimestre de 2018, a Copasa informou que, no acumulado até setembro daquele ano, os investimentos somaram R$ 512 milhões, 43% a mais que em igual período de 2017, quando aportes somaram R$ 358 milhões. Esses números consideram ainda os aportes da Copasa Serviços de Saneamento Integrado do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Copanor).




Considerando só os investimentos da Copasa, R$ 199 milhões foram alocados em sistemas de abastecimento de água, R$ 267 milhões em sistemas de esgotamento sanitário e R$ 17 milhões em programas de desenvolvimento empresarial e operacional de janeiro a setembro de 2018.

Ao final desse mesmo período, a Copasa, incluindo sua controlada Copanor, detinha 4,3 milhões de ligações de água e 2,8 milhões de esgoto. A rede distribuidora de água da companhia somou 53,6 mil quilômetros de extensão e a rede coletora de esgoto, 27,9 mil quilômetros. 

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!