COTAÇÃO DE 26/11/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5950

VENDA: R$5,5960

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6300

VENDA: R$5,7570

EURO

COMPRA: R$6,3210

VENDA: R$6,3222

OURO NY

U$1.792,60

OURO BM&F (g)

R$322,88 (g)

BOVESPA

-3,39

POUPANÇA

0,4620%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia
Recuo nos empréstimos feitos pelo banco em 2018 foi identificado em todos os segmentos da economia mineira - Crédito: Nacho Doce/Nacho Doce/Reuters

Os financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no Estado chegaram a R$ 6,136 bilhões em 2018 e caíram 13,2% em relação ao valor desembolsado pelo banco para empresas mineiras em 2017 (R$ 7,073 bilhões). A queda nos financiamentos foi registrada em todos os setores da economia mineira, mas foi mais forte na indústria.

As liberações para a indústria, historicamente um dos maiores contratantes de financiamentos do BNDES, totalizaram R$ 1,041 bilhão em 2018, 37,7% menos que os R$ 1,662 bilhão liberado para o setor em 2017. Em valor, o parque produtivo respondeu por praticamente 17% dos financiamentos da instituição em Minas.

PUBLICIDADE

Dentro do parque produtivo, foi a indústria de alimentos e bebidas que contratou o maior montante em empréstimos do BNDES em 2018, com liberações de R$ 265,1 milhões, 25,5% do total emprestado para toda a indústria estadual, mas com queda de 17,1% em relação aos desembolsos para o segmento em 2017 (R$ 319,9 milhões).

A indústria extrativa foi o segmento produtivo que registrou a maior queda. O setor demandou R$ 48,9 milhões em empréstimos do BNDES em 2018, contra R$ 234,9 milhões em 2017, com baixa de 79,1%. Outro parque que também registrou retração relevante foi o têxtil, com redução de 48,1% nos financiamentos do ano passado.

O setor de comércio e serviços de Minas recebeu R$ 1,357 bilhão em empréstimos do BNDES em 2018, sobre R$ 1,532 bilhão em 2017, uma queda de 11,4%. O segmento respondeu por 22,1% dos empréstimos da instituição no Estado no ano passado.

Leia também:

Caixa pretende abrir capital de quatro subsidiárias

Infraestrutura – Para a área de infraestrutura em Minas, maior demandante de empréstimos do BNDES, o banco financiou R$ 2,439 bilhões em 2018. No confronto com os R$ 2,470 bilhões de 2017, foi registrado recuo de 1,2%. A infraestrutura teve participação de 39,7% no valor global liberado no Estado no ano passado.

Ainda no âmbito da infraestrutura, o setor de energia elétrica foi quem recebeu o maior montante em financiamentos do BNDES em 2018, com liberações de R$ 1,252 bilhão, mas com retração de 2,2% em relação aos R$ 1,280 bilhão liberado para o segmento em 2017.

As operações de crédito para a agropecuária estadual totalizaram R$ 1,298 bilhão em 2018, com recuo de 7,7% em relação aos R$ 1,408 bilhão de 2017. O valor desembolsado para o segmento respondeu por 21,1% do total das liberações da instituição para o Estado.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!