COTAÇÃO DE 26/11/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5950

VENDA: R$5,5960

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6300

VENDA: R$5,7570

EURO

COMPRA: R$6,3210

VENDA: R$6,3222

OURO NY

U$1.792,60

OURO BM&F (g)

R$322,88 (g)

BOVESPA

-3,39

POUPANÇA

0,4620%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Indústria calçadista quase dobra exportações

COMPARTILHE

Grande parte dos embarques feitos de janeiro a setembro pela indústria de Nova Serrana teve como destino a América do Sul | Crédito: Divulgação

As exportações de calçados do polo de Nova Serrana cresceram 93,7% entre janeiro e setembro na comparação com o mesmo intervalo do ano passado. Os dados são do Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Calçados de Nova Serrana (Sindinova). Para se ter uma ideia, o faturamento gerado pelas exportações de calçados foi de US$ 14 milhões ante US$ 7,22 milhões no mesmo período de 2020.

O levantamento mostra ainda que grande parte dessas vendas internacionais ocorreram para a América do Sul. O presidente do Sindinova, Ronaldo Lacerda, está otimista em relação  aos resultados anuais das vendas externas. “Eu arrisco dizer que, este ano, as nossas exportações irão dobrar em relação a 2020. É uma convergência de fatores, tanto as empresas estão se preparando, buscando isso, como o mercado, os outros países, estão buscando o Brasil para a importação. Porém, o Brasil não cresceu 88% em relação à exportação do ano passado, mas o nosso polo (calçadista) cresceu. Este crescimento é em dólar”, pontuou.

PUBLICIDADE

Nos Emirados Árabes Unidos, Ronaldo Lacerda retomou os laços comerciais entre o polo de Nova Serrana e o Oriente Médio e a Europa. “Por causa da pandemia da Covid-19, houve uma diminuição nos negócios para essas regiões, e acabaram crescendo as exportações para a América do Sul. Agora, estamos retomando nossas vendas, adequando as necessidades dos clientes e com a novidade da abertura com um Centro de Distribuição (CD) em Dubai”, conta.

Lacerda explica que o projeto ainda está em análise. No país do Oriente Médio, o CD é disponibilizado através de aluguel de um espaço. O responsável pela Zona Franca de Dubai está cuidando do processo para oferecer a proposta e viabilizar o projeto. Ainda de acordo com Lacerda, não há prazo para o acerto do contrato.

Enquanto isso, as vendas diretas estão a todo o vapor e novos modelos estão sendo preparados para atender à clientela do Oriente Médio e Europa. “Grande parte das pessoas que moram nos Emirados Árabes são estrangeiros, claro que há muitos mulçumanos e grande parte deles usavam somente sandálias. Agora, por ser uma terra muito quente, muitos estão usando tênis, até porque é mais fácil de tirar para fazer as orações. Entre os sapatos femininos, as rasteirinhas são ainda o grande sucesso. E ainda tem a demanda da África do Sul”, detalhou.

As fábricas em Nova Serrana estão trabalhando a todo o vapor. De acordo com o Sindinova, a demanda para o fim de ano para o abastecimento das lojas para o mercado interno foi positiva e, para o mercado externo, ainda está em produção para a entrega no próximo ano. “Para o Natal, as entregas já foram feitas e tivemos um bom resultado no mercado interno. Para as exportações, as entregas vão acontecer até maio do ano que vem. Ainda temos a mudança de coleção de acordo com a demanda dos países”, acrescentou o presidente do Sindinova, Ronaldo Lacerda.

Empregos

Em relação aos empregos gerados, as indústrias da região não realizam contratações temporárias. As contratações são realizadas de acordo com a demanda das fábricas para as produções. O Sindinova não informou os números.

De acordo com dados do Ministério do Trabalho, do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a indústria de calçados de Nova Serrana contabiliza 1.747 admissões e 876 demissões. Os dados divulgados são de até setembro, quando o setor fabril da região geralmente  abre vagas para contratações na região.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!