COTAÇÃO DE 26/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5720

VENDA: R$5,5730

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5900

VENDA: R$5,7230

EURO

COMPRA: R$6,4654

VENDA: R$6,4683

OURO NY

U$1.793,01

OURO BM&F (g)

R$321,20 (g)

BOVESPA

-2,11

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia Economia-destaque

Movimento no comércio da Capital cresce com o Natal

COMPARTILHE

O fluxo de consumidores aumentou na Capital na reta final das vendas do Natal, criando boa expectativa para o varejo | Crédito: 6STAR

A proximidade do Natal tem movimentado o comércio da capital mineira. De acordo com os dados divulgados pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), para 25% dos comerciantes o movimento nos estabelecimentos foi mais intenso na segunda e na terça-feira (21 e 22). As expectativas são de que isso se repita na quinta-feira (24).

O presidente da CDL-BH, Marcelo de Souza e Silva, destaca como esse resultado é importante, ainda mais tendo em vista todos os desafios vividos ao longo do ano, com a pandemia da Covid-19. As medidas de isolamento social, tomadas como forma de combater a doença, fizeram com que muitos estabelecimentos tivessem que fechar as portas por um tempo.

PUBLICIDADE

“Essa pesquisa trouxe a boa notícia desse aumento do fluxo de consumidores nessa reta final de vendas para o Natal. Isso é muito importante porque ajuda a amenizar o enorme prejuízo que o comércio acumulou durante o tempo em que ficou de portas fechadas”, argumenta o dirigente.

Nesse cenário de aumento das comercializações, o estudo da CDL-BH também revela que uma das principais estratégias de vendas para atrair os consumidores são as promoções, sendo que 59,6% dos lojistas focaram ações nesse sentido.

Mas não é só isso, conforme pontua Silva. Os comerciantes também estão atentos a outros fatores, como atendimento diferenciado e as medidas de higiene, que têm sido muito valorizadas pelos consumidores diante da crise sanitária que o País e o mundo têm enfrentado.

“São várias as estratégias para atrair o consumidor. Atendimento qualificado, bons preços, promoções e, em especial, o que nós já havíamos antecipado: os cuidados com a higiene da loja”, salienta o presidente da CDL-BH.

Em relação às formas de pagamento preferidas pelas pessoas, a modalidade à vista no cartão de crédito tem sido a mais escolhida pelos consumidores (39,5%). Posteriormente vêm o pagamento parcelado no cartão de crédito (38,5%), o cartão de débito (12,5%) e o dinheiro (9,5%).

Recuperação – O ano de 2020 está quase chegando ao fim e as datas festivas contribuíram para o aumento das vendas nesses últimos dias. Mas como deverá ficar o ano que vem? Silva ressalta a expectativa de que a economia se recupere. Ele frisa, inclusive, que já há sinalizações para esse cenário.

“Nossa expectativa é que para 2021 tenhamos recuperação da economia sim. Já estamos vendo números que sinalizam para isso, como o aumento do número de empregos. Isso é um bom sinal”, avalia.

Além disso, diz ele, o futuro do varejo deverá ser estruturado em alguns pilares. “Maior rigidez e comprometimento com a higienização, afinal, o consumidor brasileiro anseia por uma sensação de ambiente seguro e limpo; estabelecimentos cada vez mais informatizados; aumento do uso do Pix e omnichannel; maior valorização do comércio local; e, por fim, potencialização do e-commerce”, afirma.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!