DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,2090

VENDA: R$5,2100

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,1800

VENDA: R$5,3600

EURO

COMPRA: R$6,0756

VENDA: R$6,0768

OURO NY

U$1.813,62

OURO BM&F (g)

R$300,00 (g)

BOVESPA

-3,08

POUPANÇA

0,2446%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Pequenos negócios estão mais confiantes no Estado, aponta pesquisa do Sebrae

COMPARTILHE

A abertura gradual do comércio em maio aumentou o otimismo dos pequenos negócios em Minas | Crédito: Charles Silva Duarte/Arquivo DC

Apesar da crise sanitária e a vacinação lenta no País, os pequenos empresários em Minas Gerais estão otimistas, de acordo com o Sebrae Minas. A pesquisa Índice Sebrae de Confiança dos Pequenos Negócios (Iscon) apresentou um aumento de 18 pontos em relação a abril, variando de 89 para 107. Este é o segundo melhor resultado do Iscon este ano, atrás apenas de fevereiro, quando o índice alcançou 109 pontos.

Um Iscon maior que 100 indica tendência de expansão da atividade, igual a 100, tendência de estabilidade, e menor que 100, de retração.

PUBLICIDADE

A analista da área de inteligência empresarial do Sebrae Minas, Paola La Guardia, avalia que, apesar da crise sanitária, os índices melhoraram em maio devido ao avanço da vacinação no País e à abertura gradual do comércio.

A questão da vacinação, mesmo lenta, mas progredindo pelo País, melhorando os números da pandemia, o pagamento do auxílio emergencial, a melhora nos benefícios trabalhistas como o adiantamento de férias, antecipação dos feriados. A abertura das grandes economias mundiais, o agronegócio, as commodities. Todos esses setores ajudaram a reerguer a economia e ajudaram os pequenos empresários a ficar mais otimistas”, disse.

A analista da área de inteligência empresarial do Sebrae Minas aponta que o setor que mais deu bons resultados foi o de material de construção. “O setor continua sendo o mais otimista desde o ano passado, favorecido pela taxa de juros baixos, o setor não sofreu com restrições, porque foi considerado como essencial e permaneceu aberto. Nesse período, muitas pessoas optaram por reformas e construções. O único fator complicador é a falta de insumo e os preços elevados”, salienta.

Outro setor que também está com bons resultados é o do comércio. “Até mais que a indústria, que teve retração devido à matéria-prima em alguns setores. Mesmo com o abre e fecha, o comércio está otimista com a volta dos clientes, o pagamento dos benefícios por parte do governo federal, o que movimenta a economia”, complementa Paola La Guardia.

A pesquisa apontou ainda que programas que facilitam o financiamento para investimento dos empresários também estimulam o otimismo. “É muito cedo para dizer se esses benefícios são suficientes, mas ajudam os empresários a dar um alívio em dívidas, a investir”, opina Guardia.

Materiais de construção

O Sebrae Minas avalia que o pequeno empresário segue otimista e que a expectativa é de que feche o ano com números positivos. Estes são os planos do empresário Artur Rubião, especialista em materiais de construção.

Dono da Vulcano Materiais de Construção, Artur conta que, mesmo na crise, o setor tem feito bons negócios. “Estávamos com uma demanda reprimida desde 2013, com a pandemia vimos uma corrida às lojas para reformas e construções. Um movimento que nos surpreendeu”, conta.

Há 42 anos no mercado, Artur conta que mesmo com a oferta e demanda grandes, os preços subiram e começaram a escassez de matéria-prima. “Os preços subiram demais, o que nos inviabilizou até de negociar com a indústria, e, mesmo assim, as pessoas estão investindo na construção e reformas”, salienta.

Apesar do setor aquecido, Artur Rubião alerta que quem pensa em fazer reforma deve ficar atento. “Como as empresas estão sem matéria-prima, nós estamos aconselhando os clientes a comprarem todo o material de acabamento, pois pode ser que não tenha no próximo mês. A indústria não está dando conta de atender porque também não tem matéria-prima”, disse.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!