COTAÇÃO DE 26/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5720

VENDA: R$5,5730

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5900

VENDA: R$5,7230

EURO

COMPRA: R$6,4654

VENDA: R$6,4683

OURO NY

U$1.793,01

OURO BM&F (g)

R$321,20 (g)

BOVESPA

-2,11

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia Economia-destaque

Preço da gasolina sobe 2,33% no Estado

COMPARTILHE

Crédito: CHARLES SILVA DUARTE / Arquivo DC

Os preços dos combustíveis continuam em alta em Minas Gerais. A retomada de boa parte das atividades econômicas paralisadas para evitar a proliferação do Covid-19 em Belo Horizonte e em Minas Gerais já reflete nos preços dos combustíveis.

Nas últimas quatro semanas, encerradas em 15 de agosto, somente nos valores da gasolina foi registrada alta média de 2,33% com o litro saindo de R$ 4,29, na semana de 19 a 25 de julho, para R$ 4,39 entre 9 e 15 de agosto. Assim como visto em julho, a gasolina tem sido um dos principais fatores para o aumento da inflação no mês na Capital.

PUBLICIDADE

De acordo com os dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio apurado nos postos de Minas Gerais para a gasolina foi de R$ 4,29 por litro entre os dias 19 e 25 de julho. Desde então, o valor cobrado dos consumidores apresentou variação semanal positiva passado para R$ 4,32, entre 26 de julho e 1º de agosto, para R$ 4,34 na semana de 2 a 8 de agosto e encerrando o período de 9 a 15 de agosto a R$ 4,39. No acumulado das últimas quatro semanas, a elevação foi de 2,33%. Já na comparação da quarta semana com a imediatamente anterior, o aumento foi de 1,15%.

O valor da gasolina também ficou mais caro nas distribuidoras. No caso da gasolina, no acumulado das últimas quatro semanas, encerradas em 15 de agosto, o combustível ficou 2,05% mais caro, com o preço subindo de R$ 3,90 para R$ 3,98 por litro.

Em relação ao diesel, em Minas Gerais, durante a semana de 9 a 15 de agosto, o combustível foi vendido nos postos a R$ 3,42, o que representou uma alta de 2,39% quando comparado com quatro semanas antes (19 a 25 de julho), quando o combustível estava cotado a R$ 3,34. Na comparação com a terceira semana, a alta foi de 0,88%, já que o diesel era vendido a R$ 3,39.

Nas distribuidoras a elevação do preço do litro do diesel ficou em 4%. O preço praticado na semana de 19 a 25 de julho, R$ 2,96, subiu para R$ 3,08 na semana de 9 a 15 de agosto.

Assim como visto na gasolina e no diesel, o valor do etanol também apresentou alta nas últimas quatro semanas na média estadual. O levantamento da ANP mostra que o preço cobrado, em média, do consumidor encerrou a semana de 9 a 15 de agosto em R$ 2,84 por litro, valor 0,35% superior ao praticado entre 19 e 25 de julho, que foi de R$ 2,83 por litro. Na comparação com a semana imediatamente anterior (de 2 a 8 de agosto) o preço variou 0,7%, já que o biocombustível estava cotado a R$2,82.

Em relação à cotação nas distribuidoras, na comparação da semana de 9 a 15 de agosto, com quatro semanas antes, o preço médio passou de R$ 2,46 para R$ 2,48 por litro, o representou uma alta de 0,81%.

Em Belo Horizonte foi observado movimento semelhante na gasolina. Os cerca de 40 postos visitados na semana do dia 19 a 25 de julho apresentaram média de R$ 4,20 no preço do litro da gasolina comum. Já na semana do dia 9 a 15 de agosto, o valor médio do litro chegou a R$ 4,29. Isso mostra um incremento de 2,14% no preço entre os períodos.

IPCA – Por ser um dos principais componentes da inflação de Belo Horizonte, o aumento da gasolina tem contribuído para a elevação do índice em agosto. De acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais da Universidade Federal de Minas Gerais (Ipead/UFMG), Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), de Belo Horizonte, apresentou uma variação positiva de 0,31% na segunda quadrissemana de agosto de 2020 (período que compreende as duas últimas semanas de julho e as duas primeiras semanas de agosto de 2020). No período, a gasolina foi a maior contribuição para a alta, com variação de preço de 3,47%.

No caso do etanol, os estabelecimentos venderam o combustível ao valor médio de R$ 2,72 na última semana do mês passado, valor que foi mantido na semana de 9 a 15 de agosto. Já o preço do litro de diesel saiu de R$ 3,35 para R$ 3,42 entre 9 e 15 de agosto, variação positiva de 2%.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!