COTAÇÃO DE 26/11/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,5950

VENDA: R$5,5960

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6300

VENDA: R$5,7570

EURO

COMPRA: R$6,3210

VENDA: R$6,3222

OURO NY

U$1.792,60

OURO BM&F (g)

R$322,88 (g)

BOVESPA

-3,39

POUPANÇA

0,4620%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Produção da Anglo American cresceu 22%

COMPARTILHE

Crédito: Ronaldo Guimarães - Anglo American

A produção da Anglo American no sistema Minas-Rio, em Conceição do Mato Dentro, no Médio Espinhaço, foi de 6,1 milhões de toneladas de minério de ferro no terceiro trimestre de 2021. O volume representa avanço de 22% em relação ao mesmo período de 2020, quando foram produzidas 4,9 milhões de toneladas. Se comparado ao trimestre anterior, em que o total produzido foi de 5,8 milhões de toneladas, o aumento foi de 4%. 

Segundo a mineradora, o resultado alavancou a produção global do produto no grupo Anglo American em 15% na mesma base de comparação. Ao todo foram 16,9 milhões de toneladas no terceiro trimestre deste ano, o que representa uma alta de 15% frente ao mesmo período do ano anterior.

PUBLICIDADE

A expectativa da empresa é produzir 24 milhões de toneladas de minério de ferro no Brasil até o final deste ano.

Já na operação de níquel da empresa, localizada em Goiás, a produção do trimestre foi de 10,4 mil toneladas, um aumento de 2% em relação ao mesmo período de 2020, quando foram produzidas 10,2 mil toneladas. O crescimento aparentemente tímido pode ser explicado pelo fato de as plantas de Barro Alto e Niquelândia serem extremamente estáveis, devido ao seu longo tempo de operação.

Comparando com a produção do segundo trimestre de 2021, de 10,6 mil toneladas, houve uma ligeira queda de 2%. Até o fim deste ano, a companhia espera atingir uma produção entre 42 e 44 mil toneladas em Goiás.

Paralelamente, a mineradora segue investindo na operação e manutenção do sistema Minas-Rio. Para 2021 estavam previstos de US$ 200 milhões a US$ 250 milhões e, até o sexto mês havia sido investido US$ 180 milhões, montante que deverá chegar a US$ 220 até o fim do exercício.

“O Minas-Rio vem consolidando seu processo de ramp-up rumo ao volume nominal de produção de 26,5 milhões de toneladas de minério de ferro ao ano. Esse ano devemos ficar entre 24 e 25 milhões de toneladas e no ano que vem dar mais um salto”, disse o CEO da subsidiária brasileira, Wilfred Bruijn, em entrevista do DIÁRIO DO COMÉRCIO, em julho.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!