COTAÇÃO DE 14/05/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,2710

VENDA: R$5,2710

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,2700

VENDA: R$5,4330

EURO

COMPRA: R$6,3961

VENDA: R$6,3990

OURO NY

U$1.843,90

OURO BM&F (g)

R$311,62 (g)

BOVESPA

+0,97

POUPANÇA

0,2019%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Transportadores de combustíveis decidem iniciar greve no Estado

COMPARTILHE

Crédito: Alisson J. Silva/Arquivo DC

Após manifestação e assembleia realizadas ontem, os transportadores de combustíveis de Minas Gerais entraram em greve, conforme confirmou ao DIÁRIO DO COMÉRCIO o presidente do Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustível e Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (SindTaque), Irani Gomes.

A categoria protesta contra a alíquota do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) e busca uma redução de 15% para 12% do valor cobrado sobre o óleo diesel.

PUBLICIDADE

“Vamos ficar parados até resolver o problema da categoria. Estamos esperando a sensibilidade do governador e que ele possa apresentar alguma proposta”, destaca Gomes, que ressalta, inclusive, a possibilidade de começar a faltar combustível. “Em Minas Gerais, são mais de 200 transportadoras, que representam em torno de 3.500 caminhões”, diz ele.

Segundo o presidente do SindTaque, a categoria vem enfrentando vários desafios e, atualmente, além de não estar conseguindo obter lucros, tem tido dificuldades inclusive para cobrir os gastos.

Aumento de preço – Por ora, afirma o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Minas Gerais (Minaspetro), ainda não se tem notícias de que esteja faltando combustíveis.

No entanto, a entidade chamou a atenção para mais um fator em todo esse cenário: o aumento do preço dos combustíveis no Estado a partir do dia primeiro de março.

Segundo o Minaspetro, foi solicitado ao governo de Minas um congelamento, por seis meses, do Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF), o que não foi acatado. Um dos resultados será a alta de mais de R$ 0,10 no valor da gasolina.

“Infelizmente, a partir do dia primeiro de março, todos os combustíveis, a gasolina, o etanol e também o diesel, vão sofrer um reajuste de tributos”, diz o presidente da entidade, Carlos Guimarães.

Guimarães, inclusive, chama a atenção para o momento vivido atualmente. “O Minaspetro repudia esse aumento de carga tributária neste momento tão complicado, tão difícil da economia brasileira, no meio dessa pandemia”, destaca ele.

Disponibilidade – Em nota, o governo de Minas afirmou que, sobre a manifestação de ontem realizada na Cidade Administrativa, “o governo esclarece que esteve disponível para ouvir as demandas dos tanqueiros, mas não houve pedido de reunião por parte dos manifestantes”, diz.

Além disso, também destacou que as mudanças no valor dos combustíveis não são em função do ICMS, mas estão relacionadas à política de preços da Petrobras.

“O Estado reafirma seu compromisso de não promover o aumento de nenhuma alíquota de ICMS até que seja possível começar a trabalhar pela redução efetiva da carga tributária. No momento, em virtude da situação financeira do Estado, a Lei de Responsabilidade Fiscal exige uma compensação para aumentar receita em qualquer movimento de renúncia fiscal, o que não torna possível a redução da alíquota”, diz.

Sobre o PMPF, o governo de Minas salientou que ele é atualizado mensalmente, “levando-se em consideração os preços praticados pelos postos revendedores em todas as regiões do Estado. O resultado da pesquisa realizada pela Secretaria de Fazenda é baseado nas Notas Fiscais emitidas por 4.272 postos revendedores distribuídos em 828 municípios mineiros”, disse.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

CONTEÚDO RELACIONADO

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!