COTAÇÃO DE 22/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,3030

VENDA: R$5,3040

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3100

VENDA: R$5,4600

EURO

COMPRA: R$6,1939

VENDA: R$6,1967

OURO NY

U$1.768,10

OURO BM&F (g)

R$301,58 (g)

BOVESPA

+1,84

POUPANÇA

0,3012%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia Economia-destaque zCapa

Vale investirá R$ 190 milhões em áreas perto de barragens

COMPARTILHE

Projeção mostra como ficará praça em São Sebastião das Águas Claras após investimento - Crédito: Divulgação

A Vale anunciou, nessa terça-feira (24), que está investindo R$ 190 milhões nas ações do Plano de Desenvolvimento de Territórios Impactados. O aporte será feito no distrito de São Sebastião das Águas Claras, mais conhecido como Macacos (distrito de Nova Lima), em Barão de Cocais e em Itabirito. O valor, que será investido em um período de três anos, tem o objetivo de desenvolver o potencial econômico e promover o bem-estar social das localidades onde a população convive com o risco de rompimento das barragens B3/B4, Sul Superior e Forquilhas.

De acordo com o diretor Especial de Reparação e Desenvolvimento da Vale, Marcelo Klein, serão investidos em cada um dos três municípios entre R$ 60 milhões e R$ 70 milhões, que serão aportados conforme necessidade e demanda das comunidades.

PUBLICIDADE

Os aportes serão feitos em ações que promovam o desenvolvimento do turismo, em infraestrutura, educação, saúde, meio ambiente e capacitação profissional. Dentre as ações, estão previstas a construção e reforma de equipamentos e espaços públicos, limpeza e desassoreamento de cursos d’água, construção de escolas e fortalecimento de programas sociais e de saúde.

Todo o planejamento vem sendo desenvolvido com base nas demandas e conversas como as comunidades envolvidas e os poderes públicos, carências e vocação de cada uma das localidades impactadas.

“Os municípios envolvidos no Plano não foram atingidos por rompimento de barragens, mas houve vários transtornos causados pela evacuação por conta das barragens em nível 3. Então estamos desenvolvendo ações de fomento à educação, saúde, ao turismo, melhorias da infraestrutura de maneira geral, obras viárias para melhorar a circulação, obras fomentar ao turismo para resgatar a vocação natural dos municípios. Todo o projeto tem sido feito escutando a comunidade e em discussões com os órgão públicos para garantir que os projetos, de fato, representem as necessidades das comunidades e a gente elenque e priorize aquele que de fato vão gerar maior valor percebido para as comunidades afetadas”.

Conforme Klein, em Barão de Cocais, na região Central, as ações do Plano de Desenvolvimento de Territórios Impactados incluem a capacitação de empreendedores, associações e projetos locais. Também está prevista a limpeza e o desassoreamento do rio São João com o objetivo de reduzir os riscos de enchentes e melhorias na infraestrutura urbana.

Serão feitos investimentos na equipagem de hospitais e Unidades Básicas de Saúde. Haverá estruturação de ecoturismo e turismo de aventura. Também está previsto o desenvolvimento de projetos de esportivos e na qualificação de professores.

Itabirito – Em Itabirito, na região Central de Minas Gerais, já foram identificadas a necessidade de reformas de bens e equipamentos públicos, como o Centro de Especialidades em Reabilitação, a Apae e as igrejas do Barão e Engenheiro Correia.

Também serão feitas melhorias nos roteiros turísticos, construção de academia ao ar livre e projetos para a capacitação profissional da mão de obra local, com estímulo aos negócios locais e geração de renda. Os demais projetos serão definidos juntamente com a comunidade e a administração municipal recém-eleita.

Macacos – Em Macacos, distrito de Nova Lima, as ações têm o objetivo de incentivar o turismo local, por isso, será desenvolvido um plano de marketing e divulgação dos pontos turísticos. A partir do ano que vem, a Vale implantará um plano de urbanização para a área central do município, com o objetivo de agregar valor à infraestrutura turística.

Também estão previstos investimentos em bens públicos, como a restauração da Igreja de São Sebastião das Águas Claras (construída em 1718), estacionamento público e recuperação viária. Será construído um novo edifício para abrigar a Escola Municipal Rubem Costa Lima, uma vez que o imóvel da instituição de ensino foi fechado em razão do alerta de instabilidade da barragem B3/B4.

Outra frente de atuação é a diversificação econômica, com previsão de aporte de R$ 1,5 milhão ao Fundo Municipal de Turismo (Fumtur). A meta é viabilizar programas de capacitação de mão de obra que podem viabilizar ganhos de produtividade e desenvolvimento de serviços.

Muros de contenção devem ser concluídos em 2020

As obras para a contenção de rejeitos, caso ocorra o rompimento das barragens B3/B4, Sul Superior e Forquilhas, que estão em nível 3 de emergência, seguem em andamento e a previsão é concluir o processo no início de 2020.

A construção dos muros de contenção demandará um investimento próximo a R$ 1,5 bilhão. O aporte é parte integrante dos R$ 7, 1 bilhões previstos para a descaracterização de nove barragens no Estado, anunciado em maio.

Segundo o diretor Especial de Reparação e Desenvolvimento da Vale, Marcelo Klein, as estruturas terão a capacidade de reter os rejeitos em caso de rompimento. A expectativa é que logo após a conclusão das obras, os imóveis a jusante das contenções possam ser ocupadas novamente pela população que foi evacuada devido ao risco de rompimento das barragens.

Já as famílias que têm imóveis localizados entre as barragens e a contenção, poderão levar até cinco anos para retornar aos imóveis, uma vez que as áreas serão liberadas somente após o descomissionamento.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!