COTAÇÃO DE 21-01-2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4550

VENDA: R$5,4550

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4870

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,1717

VENDA: R$6,1729

OURO NY

U$1.829,52

OURO BM&F (g)

R$320,53 (g)

BOVESPA

-0,15

POUPANÇA

0,6107%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Varejistas da capital mineira estão mais confiantes, aponta a CDL/BH

COMPARTILHE

" "
Crédito: Charles Silva Duarte/Arquivo DC

O indicador de confiança do varejo em Belo Horizonte registrou 55,3 pontos no segundo trimestre deste ano. O levantamento foi realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH). O aumento significativo comparado com o primeiro trimestre deste ano, quando ocorreu a flexibilização de abertura do comércio na Capital e os indicadores marcavam 40,1 pontos.

“Dentre os principais motivos do avanço positivo de confiança estão a vacinação, a redução dos casos de óbitos na cidade e a flexibilização das medidas restritivas que vêm possibilitando a abertura do varejo, aumentando o otimismo dos empresários”, destaca o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva.

PUBLICIDADE




Apesar dessa crescente no segundo trimestre, os empresários estão descrentes com o cenário atual 39,2 pontos. Com relação ao segundo semestre, as expectativas são boas para o mercado varejista com indicadores positivos em 67,4 pontos.

Para o presidente do Sindicato dos Lojistas de Belo Horizonte (Sindilojas-BH), Nadim Elias Donato Filho, os comerciantes estão preocupados com o nível de vendas após a reabertura do comércio. “O Sindilojas entende que os empresários estão muito preocupados com a situação das vendas no comércio. Até o momento, estamos entre 20% e 30% a menos do que o praticado em 2019, isso sem contabilizarmos a inflação”, avalia.

A pesquisa aponta ainda o nível de otimismo dos empresários que aumentou em nove pontos no segundo trimestre deste ano. Para a CDL/BH, esta evolução está ligada ao avanço da campanha e imunização, que vem contribuindo para que os empresários fiquem mais esperançosos com o desempenho da economia no segundo semestre.

“Estamos mantendo todas as medidas de segurança e protocolo de higienização. Mesmo com a nova variante Delta estamos cuidadosos e pedimos ao Poder Público que continue mantendo os leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para que os índices continuem baixos na capital”, opina o presidente da CDL/BH.




O presidente do Sindilojas, Nadim Filho, compartilha do mesmo pensamento e reforça que o avanço da vacinação no País ajudará a manter o comércio aquecido. “Estamos tranquilos porque a vacinação está crescendo e isso significa que a flexibilização continuará e poderá ampliar”, opina.

Marcelo de Souza e Silva pontua que a expectativa para o fim de ano é bastante positiva. O crescimento estimado para o setor em Belo Horizonte é de 4,5% no faturamento. “O que realmente nos preocupa é o aumento da inflação, a velocidade da geração de empregos. As vendas estão avançando e acredito que no segundo semestre do ano vamos melhorar ainda mais, principalmente agora com mais atividades sendo retomadas pela cidade como eventos e escolas, além da regularidade do pagamento do funcionalismo público estadual”, acrescenta.

O Sindilojas também avalia que os três últimos meses do ano – outubro, novembro e dezembro – serão os diferenciais para o comércio varejista na Capital. “São meses em que os empresários investem nas datas comemorativas e também em liquidações especiais e que ajudam a elevar as vendas e farão o fim de ano positivo”, esclarece Nadim Filho.

Regiões

Os indicadores de confiança apontaram também quais são as regionais que apresentaram maiores e menores índices. A região Centro-Sul foi destaque na localidade onde os empresários estão mais otimistas, com 61,9 pontos. Em contrapartida, a região mais pessimista em relação ao varejo é a Oeste, com 45,7 pontos.

Na expectativa para o segundo semestre, todas as nove regionais de Belo Horizonte apresentaram avaliações mais positivas para os próximos seis meses. Segundo a pesquisa da CDL/BH, o indicador variou entre 62,0 e 72,7 pontos. 

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!