COTAÇÃO DE 21-01-2022

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4550

VENDA: R$5,4550

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4870

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,1717

VENDA: R$6,1729

OURO NY

U$1.829,52

OURO BM&F (g)

R$320,53 (g)

BOVESPA

-0,15

POUPANÇA

0,6107%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia
" "

Milão – As vendas de automóveis na Europa em dezembro caíram 8,7% na comparação anual, com retração em licenciamentos de todas as principais montadoras, exceto Daimler e Jaguar Land Rover, conforme a introdução de novos testes de emissões mais rígidos continuam pesando sobre a demanda.

As vendas recuaram para 1,04 milhão de carros na União Europeia (UE) e em países da Associação de Livre Comércio Europeia (EFTA, na sigla em inglês), informou a Associação de Montadoras Europeias (ACEA), ante 1,14 milhão de unidades em dezembro de 2017.

PUBLICIDADE




O recuo ocorre após o novo Procedimento Mundial Harmonizado de Teste para Veículos Leves (WLTP) tornar-se obrigatório desde o início de setembro, forçando algumas montadoras a interromper entregas de alguns modelos que ainda precisam de certificação.

As vendas de automóveis na Europa cresceram um mês antes do novo procedimento entrar em vigor e declinaram todo mês depois da medida. “Em dezembro de 2018, o mercado de carros de passageiros na UE recuou pelo quarto mês seguido, dando continuidade à tendência de baixa que começou com a introdução do WLTP em setembro”, informou a associação em comunicado.

As vendas no acumulado de 2018 ficaram estáveis em 15,6 milhões de unidades, com a queda nos quatro últimos meses do ano pesando sobre o sentimento no mercado automotivo europeu, que anteriormente havia melhorado.

O nível de vendas na Europa retornou ao crescimento anual observado em 2014, após declínio de seis anos, durante o qual os licenciamentos caíram ao menor patamar em décadas.




Montadoras – Em dezembro, as vendas da maior montadora europeia, a Volkswagen, recuaram 9,3%, com a demanda pelas marcas premium da Audi e Porsche encolhendo 19,5% e 16,5%, respectivamente.

A francesa Renault registrou queda de 16,7% nas vendas, enquanto a parceira Nissan sofreu um recuo de 28,9%. As vendas da japonesa Toyota cederam 10,4%, enquanto as da alemã BMW caíram 8,7% e as da francesa PSA diminuíram 6%.

A ítalo-americana Fiat Chrysler registrou baixa de 2,5%, apesar de um aumento de quase 36% nas vendas do seu popular Jeep SUV.
Já a alemã Daimler elevou as vendas em 8,5%, ajudada pelo crescimento de quase 11% na marca premium Mercedes, enquanto a demanda por automóveis da Jaguar Land Rover subiu 9,7%.

Todos os cinco principais mercados, exceto a Itália, tiveram retração nas vendas em dezembro, com a França tendo o pior desempenho, com recuo de 14,5%. Na Itália, houve alta de 2%. (Reuters)

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!