COTAÇÃO DE 27/09/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,3780

VENDA: R$5,3790

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,3130

VENDA: R$5,5370

EURO

COMPRA: R$6,2562

VENDA: R$6,2591

OURO NY

U$1.750,16

OURO BM&F (g)

R$300,91 (g)

BOVESPA

+0,27

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia

Vendas de veículos caem 16,55% no 1º trimestre em MG

COMPARTILHE

Os emplacamentos de veículos registraram uma retomada em março no Estado | Crédito: Divulgação

Embora tenham registrado retomada no mês de março, as vendas de veículos zero quilômetro em Belo Horizonte e Minas Gerais registraram queda no primeiro trimestre deste ano. Na capital mineira, foram emplacados 71.948 veículos, recuo de 25,53% em relação ao mesmo período do ano passado.

No Estado, os emplacamentos caíram 16,55%, com a comercialização de 121.165 unidades nos primeiros três meses de 2021. Os dados são da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

PUBLICIDADE

Em Belo Horizonte, foram vendidas 31.730 unidades no mês de março, aumento de 42,17% em relação a fevereiro. Houve retomada em todos os segmentos ante o mês anterior, com destaque para a venda de ônibus, que cresceu 281,82%. Em seguida, aparecem os caminhões (+83,44%). As vendas de automóveis avançaram 44,77% e as de veículos comerciais leve, 31,20%. Os emplacamentos de motos avançaram 30,98%. Já as vendas de implementos rodoviários recuaram 42,86%.

Em relação a março do ano passado, as comercializações na capital mineira caíram 6,72%, puxadas por automóveis e implementos rodoviários, que diminuíram 13,70% e 91,84%, respectivamente. Nessa base de comparação, o destaque de alta ficou com a venda de caminhões, que avançou 50,54%, seguida de comerciais leves (38,33%), ônibus (31,25%) e motos (14,04%).

Já os emplacamentos de veículos novos em Belo Horizonte, no acumulado dos três primeiros meses deste ano, caíram 25,53%, em relação ao primeiro trimestre do ano passado, puxada por quedas em automóveis (-31,26%), ônibus (-27,03%) e motos (-19,56%). Entre as altas, o segmento de caminhões registrou o maior avanço no período, 76,19%, seguido por comerciais leves (11,58%). As vendas de implementos rodoviários caíram 88,59%.

Estado

Considerando todo o Estado, assim como na Capital, também é possível identificar retomada na comercialização de veículos novos em março, com a venda de 49.225 unidades, aumento de 33,39% em relação a fevereiro. Os grandes destaques ante o mês imediatamente anterior ficaram com caminhões (52,45%) e ônibus (48,85%), seguidos de automóveis (37,25%), comerciais leves (33,09%), motos (20%) e implementos rodoviários (14,23%).

Porém, em relação a março do ano passado, houve queda de 2,84% nos emplacamentos, puxada pelas vendas de carro (-10,56%) e de motos (-16,38%). Os segmentos que registraram crescimento nas comercializações ante o mesmo mês do ano passado foram comerciais leves (39,67%), ônibus (38,03%), caminhões (29,12%) e implementos rodoviários (83,53%).

No acumulado do trimestre, Minas registrou recuo de 16,55% em relação ao mesmo período de 2020. As comercializações caíram nos segmentos de carros (-26,34%) e motos (-16,39%). Houve aumento nos emplacamentos de caminhões (23,75%), comerciais leves (20,11%), ônibus (18,86%) e implementos rodoviários (15,54%).

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!