COTAÇÃO DE 16 A 18/10/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4540

VENDA: R$5,4540

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,4700

VENDA: R$5,6130

EURO

COMPRA: R$6,3181

VENDA: R$6,3210

OURO NY

U$1.767,23

OURO BM&F (g)

R$309,68 (g)

BOVESPA

+1,29

POUPANÇA

0,3575%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

Economia zCapa

Vendas dos supermercados têm aumento real de 7,8% em Minas

COMPARTILHE

Crédito: Charles Duarte Silva

As vendas dos supermercados no Estado apresentaram alta de 7,8% em agosto em comparação com o mesmo período do ano passado. Isso é o que mostra o Termômetro de Vendas, pesquisa mensal da Associação Mineira de Supermercados (Amis) divulgado ontem.

Os dados revelam ainda que o crescimento pode ser visto também quando se compara agosto com julho, apontando um incremento de 5,61%. Os números estão deflacionados pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

PUBLICIDADE

De acordo com o superintendente da Amis, Antônio Claret, há várias questões que envolvem os números positivos. Primeiramente, agosto deste ano teve mais sábados do que o mesmo mês de 2018, sendo cinco contra quatro. O mesmo cenário é verificado quando se compara agosto com julho de 2019.

Além disso, a região Central foi a que apresentou o maior crescimento nas vendas, de 7,36%, justamente a que havia registrado a maior queda em julho, motivada pelo período de férias. “Nessa época, muitas pessoas acabam saindo temporariamente do Estado”, lembra Claret.

O profissional pontua, ainda, que há também a recuperação do emprego, e que a confiança do consumidor vem melhorando.

O superintendente da Amis acrescenta que à medida que as reformas avançam, as boas expectativas se tornam mais acentuadas.

Acumulado – No acumulado do ano, de janeiro a agosto, também houve crescimento no setor. Os dados mostram que o aumento foi de 3,07%. Trata-se do melhor resultado de 2019 nesse comparativo, que, pela primeira vez, conseguiu ultrapassar os 3%.

Além disso, desde o último mês de março, as vendas não registravam um desempenho maior do que 1%, segundo as pesquisas da Amis.

Perspectivas – “O segmento está caminhando”, frisa Claret. De acordo com o profissional, há a possibilidade de que o índice que mede o acumulado do ano registre 4% de incremento em dezembro.

As perspectivas são também de que 2019 registre 70 novas lojas abertas em relação a 2018 ­ quando 7.242 unidades do segmento estavam em funcionamento – gerando 7.300 novos empregos.

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

COMPARTILHE

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!